Notícias Sobre Opinião

Opinião: TUDO MENOS POLÍTICA, GUINÉ-BISSAU NO CADAFALSO

Quem olha hoje para Guiné-Bissau pode/deve estar seguro de que está perante a mais completa fόrmula do “imprevisível”. Nem os P5 e nem outra instituição sabe que futuro espera a Guiné-Bissau. Quando o filosofo e sociólogo Noam Chomsky (1994) afirma de que quem ama a política ama a incerteza, de facto tinha razão, mas quando olhamos para Guiné-Bissau, a questão

ÁFRICA QUE TODOS QUEREMOS: UMA ÁFRICA DE OPORTUNIDADES

Por um instante, damos um salto rápido até 2063: um século após o lançamento da primeira iniciativa continental africana – a Organização da Unidade Africana que comemoramos hoje – África é um continente integrado, que está a colher os benefícios do crescimento inclusivo e do desenvolvimento sustentável. O continente vive em paz e é seguro. O acesso aos serviços sociais básicos é garantido para todos. Os direitos humanos,

Editorial: É CRUCIAL ESTANCAR ‘HEMORRAGIA POLÍTICA’ PARA EVITAR A CALAMIDADE

Ficou mais do que claro que a realização das eleições legislativas e os resultados ditados pelo povo não conseguiram sarar as feridas nem sequer curar a epidemia de ódio que afeta a classe política guineense, com o propósito de atenuar o sentimento de “matchundadi”. O ódio e a cultura de “matchundadi” usados como ‘machado de guerra’ durante a nona legislatura

Editorial : Guiné-Bissau – Culto de incompetência e banalização de Estado

Banalização, amadorismo e incompetência, são palavras que caracterizam a gestão do desmaiado Estado. A recente troca de mimos, em público, entre o Primeiro- ministro e o ministro do Interior em torno do arrombamento por um magistrado assegurado por agentes da PIR de um armazém arrendado pela Polícia Judiciária, retirando cerca de 400 sacos de arroz, no âmbito do caso conhecido

Figura de Semana

Edição Impressa