Notícias Sobre Opinião

Opinião: BEM COMUM DOS GUINEENSES

(…) caros leitores de O Democrata, evito deliberadamente expressões do tipo “refundação do Estado” e outras que costumamos ouvir, sonantes, geralmente de conteúdo muito impreciso. O que defendo é muito simples. É um “programa mínimo” que contém o que designei de “quatro passos”. Que é chamado de “mínimo” precisamente para ser tomado como desafio que “não permite” diferimentos. Claro que

Editorial: GUINÉ-BISSAU QUER OUTRO TIPO DE POLÍTICOS E OUTRO TIPO DE POLÍTICAS

A Guiné-Bissau não mudará instantaneamente, só mudará se a sua sociedade política tiver a vontade de mudança que nunca esteve inscrito nos seus curriculuns de governação que apresentam aos cidadãos eleitores nos processos eleitorais que o país já observara ao longo da sua abertura política e democrática. A sociedade política nacional deve saber que a nossa Guiné-Bissau quer, depois do

Opinião: AS PERSPETIVAS DO INVESTIMENTO – QUAIS AS ALTERNATIVAS?

De forma genérica, quando se escreve sobre uma determinada matéria da economia, finanças ou negócios, escreve-se mais na perspectiva interna, ou seja, há tendência a fazer-se resenha voltada às questões internas das organizações ou das empresas. Contudo, na Guiné-Bissau, nos últimos vinte anos (20 anos), falar do Investimento Directo Estrangeiro “IDE” parece-nos uma “miragem” ou “irrealismo”, não obstante algumas situações

Editorial: “PALAVRÓRIOS” DOS JOVENS INTELECTUAIS NA DEMOCRACIA GUINEENSE

Na Guiné-Bissau fala-se pouco da função dos jovens intelectuais na política. Mas, na verdade quando se olha para o interior das academias das sociedades políticas nacional chega-se rapidamente a vista armada a uma conclusão que eles têm um papel essencial na definição de programas partidários ou são chamados a posicionar-se nos debates radiofónicos e televisivos sobre as grandes questões públicas

Figura de Semana

Edição Impressa