Figura da semana: KAFFT KOSTA APRESENTA NOVA OBRA CIENTÍFICA EM BISSAU

O constitucionalista guineense, Emílio Kafft Kosta, lançou no passado dia 21 de dezembro de 2018, o seu mais recente livro sobre Direito Constitucional Comparado “Sistemas de Governo na lusofonia: Zonas e Relações de Poder”, uma obra editada pela AAFDL Editora, de Lisboa.

Satisfeito com a aderência do público, o escritor escreveu na sua conta do facebook, “Abençoado sou! Com a cidade de Bissau desertificada, por causa, nomeadamente, da greve geral no setor dos transportes (em vigor há alguns dias), sem táxis, sem “Toka-Tokas”, com a crise económica a apoquentar tantos trabalhadores, foi espantoso chegar à cerimónia de lançamento do meu livro “Sistemas de Governo na Lusofonia: Zonas e Relações de Poder” e ver o salão cheio… de pessoas interessadas e interessantes”. E acrescenta, “Conte comigo, Guiné-Bissau”!

                                                                                 BIOGRAFIA                                                              
Emílio Kafft Kosta nasceu em Bissau onde estudou até terminar o ensino secundário. Em Coimbra (Portugal) concluiu a Licenciatura. Fez o Mestrado e o Doutoramento em Direito na Universidade de Lisboa. É Professor Doutor, reside em Lisboa, onde ensina Direito Constitucional e outras disciplinas.

Sempre Professor, passou por marcantes experiências profissionais, da advocacia à magistratura superior e à direcção de ministérios governamentais. É autor de várias obras académicas nas Ciências Jurídicas e Política. Plurifacetado, sempre abraçou vários mundos e cultivou diversos saberes. A Poesia é um deles e tem sido, desde a adolescência, uma das suas paixões. Deu a revelar, através deste livro “Murmúrio – E Momentos de um Poeta-a-Dias”, uma amostra da sua obra poética.

 

 

Por: Sene CAMARÁ

2 comments

  1. Deixa os mortos tratarem dos mortos e continue, abastecer os académicos interessados e “interessantes”, com novos lançamentos de novos livros.
    Não há tempo a perder, faça cumprimento integral da palavra de Cabral: os que sabem devem ensinar aos que não sabem.
    Os mortos que fiquem e extorquir a pertença do povo, “cuma éna faci pulítica”, doutores de meio grau académico, “katene nin diploma”.

  2. Marta Barbosa da Costa Nunes disse:

    Não encontrei o livro no catálogo da AAFDL.
    Quando estará disponível?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa