Vice-presidente de APU-PDGB: “ESPERAMOS QUE O POVO GUINEENSE ENCONTRE UMA ALTERNATIVA PARA MAIS DE 45 ANOS DE SOFRIMENTO”

O primeiro vice-presidente de Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), Mama Saliu Lamba, disse esperar que o povo guineense encontre alternativas nestas eleições legislativas de março para os 45 anos de sofrimento. Contudo pediu ao povo que acredite no seu partido. Lamba falava hoje, 10 de janeiro de 2019, aos jornalistas depois da entrega de candidaturas a deputado dos apuanos no Supremo Tribunal de Justiça.

Explicou na sua declaração que o seu partido tem uma dimensão nacional, razão pela qual vai concorrer em todos os círculos eleitorais do país bem como os dois da diáspora (África e Europa). Acrescentou neste particular que a APU – PDGB cumpriu com todas as formalidades exigidas pela Lei Eleitoral e pela Constituição da República.

BACIRO DJA: “FREPASNA É UM PARTIDO COM UMA DIMENSÃO NACIONAL”

O líder da Frente Patriótico para Salvação Nacional (FREPASNA), Baciro Dja, disse que a FREPASNA é um partido com uma dimensão nacional, por isso decidiu concorrer em todos os círculos eleitorais com homens, mulheres e jovens que têm credibilidade e mãos limpas e profundamente comprometidos com o país e o povo guineense.

“A lista de candidaturas ao cargo de deputado da nação que entregamos ao Supremo Tribunal de Justiça está recheada de mulheres a cabeça de listas na medida em que o nosso partido poderá ter maior número das mulheres na posição de serem eleitas, sendo uma inovação da FREPASNA, um partido criado no dia internacional das mulheres, 8 de março”, declarou aos jornalistas depois da entrega das candidaturas.

 

 

Por: Aguinaldo Ampa

Foto: Marcelo Na Ritche 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa