UNTG AMEAÇA PARALISAR A FUNÇÃO PÚBLICA SE A LEI ORÇAMENTAL DO ESTADO NÃO FOR CUMPRIDA

O Secretário-geral da União Nacional dos Trabalhadores da Guiné – Central Sindical (UNTG – CS), Júlio Mendonça, ameaçou esta sexta-feira, 11 de janeiro de 2019, paralisar a função pública caso a lei orçamental do estado não for cumprida e se o código geral do trabalho não for finalizado pela Assembleia Nacional Popular (ANP) na próxima legislatura.

A advertência do líder da maior organização sindical do país foi tornada pública durante a sua comunicação aos responsáveis das organizações sindicais filiadas na UNTG, no âmbito de cumprimentos do ano novo ao Secretário-geral e elementos da sua direcção.

Júlio Mendonça assegurou, com voz firme, que é fundamental que seja uma realidade a finalização do código geral de trabalho.

Explicou que já têm o caderno reivindicativo aprovado numa reunião com todos os afiliados, e que este será entregue ao governo para ser nalisado em conjunto, tendo sublinhado que o projeto do código geral de trabalho é um dos pontos a ser objeto da reivindicação, considerando-o importante para a relação funcional entre empresas privadas e seus funcionários, que segundo disse, são explorados sistematicamente nos seus direitos, reconhecendo por outro lado que também há empresas públicas que violam os direitos dos seus funcionários.

Prometeu avançar com sucessivas reivindicações junto do governo até serem atingidos os objetivos, explicando que o país não pode parar por causa das eleições porque existem pensionistas que recebem apenas 29 mil francos cfa, quando o salário mínimo se situa nos 50 mil francos.

Pediu mais dinamismo ao Tribunal de Contas em todas as instituições do estado, justificando que só assim a lei orçamental poderá ser respeitada.

Exortou ainda os trabalhadores em geral a aderirem aos seus sindicatos, porque os problemas dos trabalhadores serão resolvidos pelos próprios trabalhadores.

Por: Epifania Mendonça

Foto: E.M

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa