Líder do MADEM: “FINANCIEI A REABILITAÇÃO DA ESTRADA BAFATÁ-GEBA NÃO PARA OBTER GANHOS POLÍTICOS, MAS POR AMOR À PÁTRIA”

O Coordenador do Movimento para a Alternância Democracia (MADEM-G15), Braima Camará, refutou na segunda-feira, 08 de julho de 2019, ter financiado a reabilitação da estrada em terra batida, num percurso de 16 quilómetros, com a intensão de angariar ganhos políticos. Fê-lo sim, a bem dos populares e acima de tudo “por amor à pátria”.

Braima Camará falava na entrega do troço que liga Bafatá e Geba, reabilitado com apoio do coordenador do MADEM-15, conforme promessa eleitoral para as eleições legislativas de 10 de março de 2019, na presença de todos os deputados da segunda maior força política do país e líder da oposição guineense eleitos naquele círculo eleitoral nº 14, do governador de região de Bafatá, anciões e populares daquela zona leste do país, num evento acolhido num ambiente de festa. No seu discurso, Braima Camará não escondeu o seu sentimento e disse ter ficado muito feliz com a qualidade do trabalho feito pela empresa portuguesa “Azinheiro”.

“Quem conhece a estrada e as condições que tinha há anos, hoje vai reconhecer que a obra é de fato a realização de um sonho de um filho da terra”, realçou.

Braima Camará enfatizou que há tempos, uma viagem entre Geba/Bafatá, na época das chuvas, durava 2 horas, mas com a reabilitação do troço, em apenas 15 minutos pode-se chegar à cidade de Bafatá.

Para Camará, a execução dos trabalhos de melhoramento da estrada constitui motivo de satisfação enorme, porque “o homem é feito para fazer obras” por isso quer deixar obras e marcas na sua vida, através da reabilitação do troço que há 50 anos não conhecia nenhuma intervenção.

“A minha vida está ligada à realização de obras e ações concretas para ajudar o meu povo e o país em geral. Foi um gesto de reconhecimento às pessoas que me apoiaram. Não encontramos dificuldades na execução e ficou provado que” cavalo que corre pelo gosto não se cansa”. Portanto, quero afirmar que a Guiné-Bissau é um país possível e que é viável o desenvolvido em tempo record”, sublinhou.

O governador da região de Bafatá, Dundo Sambú, reconheceu na sua intervenção que a entidade máxima e responsável pela gestão da terra e pela execução de obras para satisfazer as necessidades das populações é o governo, mas lamenta que num país como Guiné-Bissau, que enfrenta vários problemas, não se consiga resolver os problemas básicos dos cidadãos. Neste sentido, convida todos os cidadãos, enquanto bafatenses, a trabalharem de mãos dadas para ultrapassar dificuldades, porquanto a obra financiada por Braima Camará irá facilitar a circulação e o escoamento de produtos da população residente nas tabancas e arredores de Ganadu e Geba para as outras localidades mais próximas ou para locais de interesse comercial dos seus produtos.

Em nome dos populares de Ganadu e Geba, Pedro Dafé mostrou-se satisfeito com os trabalhos realizados pelo deputado Braima Camará, que durante a campanha eleitoral prometeu desenvolver ações de reabilitação do troço, independentemente do resultado eleitoral que obtivesse.  E lembra que o troço reabilitado “provocou” em mais de 17 camiões e viaturas comuns, danos e acidentes de viação derivados das más condições da estrada.

Importa salientar que os 16 quilómetros reabilitados foram   orçados em 237 milhões de franco CFA.

Por: Aguinaldo Ampa

Foto: A.A    

3 comments

  1. Medikatem disse:

    Muito obrigado Ba Quecuto… é assim que se faz parabéns irmão

  2. Orlando disse:

    Pelo princípio de transparência, seria bom investigar a origem do dinheiro aplicado nesta obra de interesse público.

  3. Fernando Silva disse:

    Boa Tarde Parabéns a este sr ainda bem que a pessoas boas obrigado pela obra eu estive lá na tropa e gostava de lá voltar mais uma vez obrigado Fernando Silva 935519499 ex patrick Almada Portugal e azeite 935519499

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa