GOVERNO E PARCEIROS ANALISAM ESTUDO “FOME E MÁ NUTRIÇÃO NA GUINÉ-BISSAU”

O Governo e os parceiros de desenvolvimento estão reunidos hoje, 20 de agosto de 2019, num ateliê para analisar e validar um estudo sobre o custo da fome na Guiné-Bissau, no quadro do combate à fome e à má nutrição no país, com vista a atingir as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em defesa do crescimento e desenvolvimento das crianças.

O estudo foi realizado no âmbito da parceria entre o governo da Guiné-Bissau, através do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisa, e o Programa Alimentar Mundial (PAM). Segundo os responsáveis da pesquisa, o objetivo é demonstrar o nível dos custos provocados à economia nacional e a condição social provocada pela desnutrição, má nutrição e outras doenças como paludismo, diarreia, etc.

No seu discurso de abertura do ateliê, João Paulo Pinto Có, Director-geral do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisa (INEP),  disse que uma das apostas do executivo  é que o país alcance a estabilidade política assentada também na estabilidade económica e, consequentemente, permitir que governos possam também encontrar a governabilidade durante o período dos seus mandatos para implementar políticas que façam face aos males que assolam a Guiné-Bissau, nomeadamente: a  fome, má nutrição e  outras doenças ou epidemias”.

Por seu lado, Marcos Príncipe, chefe de Programa Alimentar Mundial (PAM) na Guiné-Bissau,  mostrou-se satisfeito pela forma como o PAM e o governo da Guiné-Bissau têm colaborado, através das suas estruturas, isto é, os Ministérios de Saúde Pública e da  Educação Nacional, sobretudo no combate à fome e à má nutrição. 

Neste sentido, garantiu que o Programa Alimentar Mundial (PAM) continuará de mãos abertas a trabalhar com o governo da Guiné-Bissau na implementação e para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em prol do crescimento e desenvolvimento das crianças guineenses.      

Por: Carolina Djemé

Fotos: Marcelo Na Ritche

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa