TREINADOR DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE PROMETE TRABALHAR PARA MELHORAR A EQUIPA

O Treinador da Seleção de São Tome e Príncipe, Eusébio Adriano, afirmou na tarde desta terça-feira, 10 de setembro de 2019, que a sua equipa fez um grande jogo na Guiné-Bissau e saiu com a cabeça erguida, sendo assim promete continuar a trabalhar para melhorar a sua equipa. Eusébio Adriano não acredita, no entanto, na hipótese de ser afastado do comando dos “falcões e papagaios”, por se tratar de um selecionador novo de apenas 40 dias a frente da seleção são-Tomense.

Eusébio Adriano reagia assim em conferência de imprensa à derrota de 2-1 consentida pelos são tomenses, em Bissau, no jogo da segunda mão da pré-eliminatória para a fase de qualificação de grupos para o mundial 2022 de Qatar. Sem rodeios, Eusébio reconheceu depois do jogo da primeira sabia que jogar com a seleção da Guiné-Bissau é uma tarefa extremamente difícil. 

Apesar do poderio guineense, o selecionador são tomense revelou que conseguiu descobrir alguns pontos fracos e que tentou complicar o mais possível a vida da equipa guineense, surpreendendo-a a marcar um golo. Porém, reconhece igualmente que depois houve um pecado do jogador de São Tomé, onde acabaram por sofrer golo do empate”, sublinhou.  

“Primeiramente quero parabenizar o país irmão (Guiné-Bissau) que na minha ótica foi justo vencedor desta eliminatória e sabíamos que íamos jogar com uma equipa, onde cem por cento dos jogadores são profissionais e jogam fora do país e nós apenas temos três jogadores que jogam fora de São Tome e grande parte são jogadores que militam nos clubes são-tomenses, portanto a nossa maior aposta é dignificar o nosso país”, enfatizou. 

Por: Aguinaldo Ampa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa