Campanha eleitoral: SIMÕES PEREIRA DENUNCIA A “VENDA DE CARTÕES ELEITORAIS”

O candidato do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Domingos Simões Pereira, denunciou ontem a noite, 18 de Novembro de 2019, durante um comício popular no bairro militar, em Bissau, que alguns eleitores guineenses estão a vender os seus cartões, tendo afirmado ainda que “as pessoas que estão a vender os seus cartões, não vendem apenas os seus cartões, mas também a sua dignidade”.

O candidato dos libertadores esteve no círculo eleitoral 29, concretamente no Bairro Militar, depois de sair do setor de Calequisse, região de Cacheu no norte do país, onde apresentou o seu projeto político aos populares daquela zona, pedindo que acreditem no seu projeto e diz que estará disponivel a servir o povo guineense.

Simões Pereira disse estar preocupado com as informações que circulam em como alguns cidadãos estão a aceitar vender seus cartões de eleitor, tendo criticado que ” não é apenas o cartão que está a ser comprado, mas também a dignidade, o respeito e as suas esperanças no futuro é que estão a ser comprados”.

Assegurou ainda que em todo o território nacional nenhum cidadão não deve ser tratado de forma descriminatória,  frisando que todos os cidadãos têm os mesmos direitos e as mesmas responsablidades no teritorio nacional.

Em Caliquisse, alertou os populares que os guineenses só podem ser só um povo, quando existir unidade entre os guineenses, lembrando que a Guiné-Bissau é feita de um único povo guineense.

“Eu, enquanto cidadão não quero ter nenhuma gota de direito mais de que outro cidadão guineense no teritorio nacional, mas também não aceitarei que outro cidadão tenha uma gota de direito em relação a mim no espaço nacional”, salientou.

Exortou os populares a saberem escolher, no dia 24 de novembro, um candidato capaz de corresponder às espectativas de desenvolvimento no país.

Por: Carolina Djemé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa