NOVA MAIORIA PARLAMENTAR APROVA O PROGRAMA DO GOVERNO COM VOTOS DE CINCO DEPUTADOS DO PAIGC

Os deputados da nação aprovaram na segunda-feira, 29 de junho de 2020, o programa do governo dirigido por Nuno Gomes Nabian, com 55 votos a favor, um contra.

A aprovação do programa do governo sustentado pela nova maioria parlamentar constituídapela bancada parlamentar do Movimento para a Alternância Democrática (MADEM), Partido da Renovação Social (PRS) e a Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), contou com os votos de cinco deputados da bancada parlamentar do PAIGC e um voto do Partido da Nova Democracia (PND).

A bancada parlamentar do PAIGC decidiu não participar na sessão, mas os cinco deputados compareceram e votaram o programa. A sessão contou também com a presença de um deputado do PND, um dos partidos signatários do acordo de incidência parlamentar com o PAIGC depois das legislativas de 2019.

Após a aprovação do instrumento de governação, o presidente do Parlamento, Cipriano Cassamá disse que o líder do Parlamento não toma partido por nenhuma formação política, mas trabalha  em obediência ao regimento da ANP e à Constituição da República. 

Adiantou que as posições tomadas anteriormente são as mesmas posições que estavam a ser tomadas neste momento, cumprindo simplesmente a lei.

Cipriano Cassamá informou que sempre privilegiou o país e o povo de maneira que o seu interesse pessoal não pode estar acima dos guineenses.

“O Parlamento deve ser indiferente a querelas políticas. Assim convido todos os lideres políticos a trabalharem para que possamos encontrar uma solução.  Constatamos que existem dois blocos, pedimos-lhes queprivilegiem a unidade, a coesão interna para salvar a Guiné-Bissau. Nuno Gomes Nabiam acabou de receber a confiança dos deputados da nação, foi uma luta difícil e queremos dizer que o Parlamento não estará diferente em termos regimentais e assumiremos na íntegra a nossa responsabilidade de fiscalizar a sua governação”, advertiu.

O chefe do governo, Nuno Gomes Nabiam, visivelmente satisfeito com aprovação do seu Programa, sublinhou que a prioridade das prioridades do executivo é estancar e neutralizar a Covid-19 e desenvolver a Economia do país. 

Acrescentou que há desafios setoriais nomeadamente a saúde, a educação, nos quais se deve investir para se poder resolver problema da Guiné-Bissau.


Por: Aguinaldo Ampa

Foto: A.A

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa