ALTO COMISSARIADO LANÇA IMPRESSÃO DO CERTIFICADO DIGITAL DE VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

O Alto Comissariado para a Covid-19 (AC) lançou esta segunda-feira, 01 de novembro de 2021, a impressão do certificado digital de vacinação contra a Covid-19, para melhorar o acesso aos serviços de testes e de vacinação e, por conseguinte, garantir maior vigilância.

O ato decorreu no centro de vacinação Rosa&Rosa, em Bissau, e contou  com as presenças de parceiros e representantes das organizações internacionais. De acordo com AC, o aplicativo foi criado em parceria com a Innovalab e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Na sua intervenção, a Alta Comissária disse que é o primeiro passo para a Guiné-Bissau integrar-se na “mobilidade que é facilitada pela vacinação”.

“Há uma necessidade de ter um sistema interno operativo que possa reconhecer a validade dos certificados de vacinação”, disse e acrescentou que a vacina continua a ser a “maior arma” para o combate à pandemia.

A Alta Comissária convidou os guineenses a vacinarem-se e abriu a possibilidade de serem vacinadas menores de 18  anos a partir do próximo ano.

A responsável pela gestão da Covid-19 disse  contar com apoio dos parceiros, sobretudo  da União Africana ( UA) para que os certificados emitidos no país sejam aceites nos outros países, de forma a facilitar as viagens a nível dos continentes.

O representante do Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento (PNUD), Ttark Egenhoff, disse que a Guiné-Bissau é um exemplo em termos de rastreio, visualização e uso dos testes digitais de forma a garantir a vigilância pretendida.

Destacou que é importante ter como acessar aos serviços com mais facilidade, permitindo maior controlo de quem foi vacinado.

“Isto demonstra o potencial da Guiné-Bissau em termos de inovação”, concluiu.




Por: Epifânia Mendonça
Foto: Cortesia do AC



Enviado do iPhone MM

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.