MÁRIO FAMBÉ DEFENDE QUE O PRS VIRE SUA AÇÃO POLÍTICA PARA O CAMPO

O pretendente candidato à liderança do Partido da Renovação Social (PRS), Mário Siano Fambé, defendeu que o PRS vire a sua ação política para o campo, enquanto base da sua afirmação, de forma a conquistar o seu espaço na arena política guineense.

No lançamento da sua candidatura, este sábado, 7 de agosto de 2021, em Catió, região de Tambali, no sul do país, Mário Siano Fambé lembrou que o PRS é um partido do campo, mas neste momento algumas pessoas querem transformá-lo numa “formação política de elite”.

O dirigente do partido de “milho e arroz” lembrou que o Setor Autónomo de Bissau elege 20 deputados, mas, nas últimas eleições legislativas, o PRS conseguiu apenas um deputado, o que demonstra que o partido é de campo e que deve preocupar-se com as bases no interior.

“O objetivo da criação de qualquer partido é chegar ao poder a fim de resolver os problemas sociais que afetam  a população. É inadmissível que o partido continue sem ter sede nacional própria. Isso com a minha liderança não pode continuar”, fincou Fambé, assegurando que o PRS ajudou filhos de camponeses a chegarem ao poder e desempenharem altas funções o que, no passado, era muito difícil acontecer.

O Coordenador da candidatura, Armando Tchoba dos Santos, informou que o objetivo da criação de qualquer partido é apresentar o melhor projeto para que lhe seja confiada a governação.

“A candidatura de Mário Fambé é uma solução para elevar o partido ao mais alto nivel”.

Por: Aguinaldo Ampa

Foto: A.A

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.