MINISTRO DOS NEGOCIOS ESTRANGEIROS DE CABO VERDE AFIRMA QUE AS RELAÇÕES ENTRE OS DOIS PAÍSES NUNCA FORAM TÃO BOAS COMO AGORA

O Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro e dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Rui Alberto de Figueiredo Soares, afirmou esta segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021, que as relações entre a Guiné-Bissau e Cabo Verde nunca foram tão boas como agora e prova disso é a inauguração das instalações da Embaixada em tempo Record, o que irá contribuir na formalização dessas relações.   

Rui Alberto de Figueiredo Soares falava no Palácio do Governo, em conferência de imprensa conjunto, após ter mantido encontro com a Chefe de Estado, Sissoco Embalo, com o Primeiro-ministro Nuno Gomes Nabiam e com a Ministra dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades Suzi Carla Barbosa, no quadro da sua visita de quatro dias que efetuaao nosso país, acompanhado pelo Embaixador Domingos Mascarenhas, Assessor Especial, pelo Embaixador Camilo Querido da Graça, pelo Chefe da Missão Diplomática de Cabo Verde na Guiné-Bissau, pela Diretora Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades, Edna Marta entre outras personalidades.

Rui Alberto de Figueiredo Soares disse que em todos os encontros mantidos com os responsáveis do país, o acento tônico foi o fortalecimento e o reforço das relações históricas de países e povos irmãos que tem um passado comum e que partilham indiscutíveis laços de união e de proximidade que merecem um novo patamar do relacionamento.

O chefe da diplomacia cabo-verdiana informou que o governo cabo-verdiano está com toda a atenção no que diz respeito às condições de estadia dos guineenses em Cabo Verde. 

Adiantou ainda que neste momento está a ser preparada a visita do Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva à Guiné-Bissau nos meados do março do ano em curso, durante a qual essa questão será analisada em detalhes para se dar novidades com mais consistência a todos os guineenses residentes em Cabo Verde como também os cabo-verdianos que vivem na Guiné-Bissau.

Por seu lado, a Ministra dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades, Suzi Carla Barbosa, disse que durante o encontro bilateral que tiveram antes da declaração conjunta, debruçaram sobre a questão da mobilidade da qual a Guiné-Bissau é grande apoiante. A Guiné Bissauapoia na íntegra o projeto de mobilidade da CPLP apresentado pela presidência de Cabo Verde, sendo o modelo que se adapta muito bem a integração do país.

Suzi Carla Barbosa assegurou que é importante que a Guiné-Bissau e Cabo Verde, pelas relações históricas, políticas e diplomáticas que têm neste momento, tenham um modelo apropriado à realidade dos dois países. Acrescentou que o ministro cabo-verdiano garantiu que quando regressar, irá debruçar-se sobre o assunto que é um tema que toca com ministério do interior para facilitar a forma de integração dos guineenses em Cabo Verde e a mobilidade entre os dois países irmãos.

“Na verdade, esse é o momento ideal, porque nunca as relações políticas e diplomáticas entre os dois países estiveram tão bem como agora e isso demostra que a Guiné-Bissau e Cabo Verde estão mais unidos que nunca e querem ter uma posição comum nos espaços de que fazem parte me nomeadamente a Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEEAO) e Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP)”, sublinhou. 


Por: Aguinaldo Ampa

Foto: A.A          

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa