Figura da semana: ADULAI SILA DISTINGUIDO COMPRÉMIO “GUERRA JUNQUEIRO 2021”

O escritor guineense Adulai Sila foi distinguido no passado dia 04 de maio de 2021 prémio “Guerra Junqueiro 2021” da 5ª edição de “Freixo Festival Internacional de Literatura 2021”, que deverá decorrer nos dias 09 e 10 de julho do ano em curso em Freixo de Espada à Cinta. Abulai Sila é o segundo autor guineense que ganha este prestigiado prémio. 

Em 2020 foi o escritor e poeta Tony Tcheka, também Guiné-Bissau. De acordo com a nota à imprensa do Freixo Festival Internacional de Literatura (FFIL), o prémio visa contribuir para um movimento criador de uma união cultural lusófona, bem como expandir o valor literário a nível dos países de Língua Portuguesa. 

BIOGRAFIA

Abdulai Sila nasceu no dia 01 de abril de 1958 em Catió, Sul da Guiné-Bissau, onde frequentou a escola primária [1965-1970 pela Escola Missionária de Catió]. É Empresário, romancista e dramaturgo. Além de ser engenheiro electrotécnico, é também gestor de empresas. Em 1970 mudou-se para Bissau a fim de frequentar o Ciclo Preparatório de [1971-1973] e o liceu [1973-1978 pelo Liceu Kwame N´krumah (Bissau)]. De 1979 a 85 frequentou a Universidade Técnica de Dresden  (Alemanha) e graduou-se em Engenharia Electrotécnica.

De 1986 aos dias de hoje, tem participado com sucesso em vários cursos de formação nos EUA e em outros lugares sobre redes de computadores e gestão de LAN, rede de Cisco, segurança na Internet, entre outros. Além da paixão e compromisso para com o desenvolvimento das TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação), acumulou, desde sempre, o interesse pela literatura e escrita.

No domínio científico-técnico, Sila escreveu cinco obras, uma na Alemanha e resto de leque de obras em Bissau. O Engenheiro, economista, investigador social e escritor guineense, no campo literário escreveu seis (6) obras, entre eles estão esta última “Dois Tiros e Uma Gargalhada”, Eterna Paixão, O Reencontro, A Última Tragédia, Mistida, As orações de Mansata e ‘Memórias SOMânticas’ [Março e 2016].

Por: Epifânia Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa