JUÍZ CONFIRMA O ARQUIVAMENTO DO PROCESSO CONTRA SILVESTRE ALVES E SABINO SANTOS

O Juíz de Instrução Criminal (JIC) confirma o arquivamento do processo-crime aberto por cidadão Doménico Sanca contra o jurista Silvestre Alves e o jornalista Sabino Santos, por não existir matéria para fazê-lo avançar, confirmando a decisão anterior, de arquivamento do mesmo processo, que havia sido tomada pelo Ministério Público, com o mesmo argumento, anuncia Luís Vaz Martins, um dos advogados de defesa dos acusados.

 Doménico Sanca, atual diretor-geral das Alfândegas da Guiné-Bissau, havia acusado Silvestre Alves e Sabino Santos de denúncia caluniosa e difamação. Em reação a esse argumento, Luís Vaz Martins esclarece que o fato de suspeitar que a voz de uma pessoa seja parecida com a de outra pessoa não significa imputar a alguém um fato, não.

“Não existe nem aqui, nem na China e nem em parte alguma. O Ministério Público já havia decidido o arquivamento do processo pelo mesmo motivo que agora foi confirmado pelo Juíz de Instrução Criminal”, frisou e disse que quem decide fazer a política, servindo o país, deve estar preparado que as suas ações e os seus atos serão escrutinados e censurados, mas “decidiu abrir um novo episódio”.

Luís Vaz Martins afirmou que, com a decisão do JIC, os seus constituintes estão em condições de intentar um processo-crime contra Doménico Sanca, por denúncia caluniosa.

“Se vier a ser a vontade dos meus dois clientes, nós enquanto mandatários judiciais, vamos apresentá-lo contra Doménico Sanca”, sublinhou.

Por: Carolina Djeme/ Filomeno Sambú

Foto: C.D        

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.