Figura da semana: NEEMIAS QUETA PRIMEIRO ATLETA DE ORIGEM GUINEENSE A CHEGAR A NBA

[SEMANA S31_2021] O jovem basquetebolista de origem da Guiné-Bissau, Neemias Queta, conseguiu entrar para NBA e podendo ser o primeiro jogador luso-guineense a pisar os pavilhões da melhor liga do basquetebol do mundo, nos Estado Unidos da América (EUA). Queta foi escolhido na posição 39 do “draft” pelos Sacramento Kings, cumprindo assim as previsões dos principais analistas norte-americanos, que davam o jovem basquetebolista como escolhido para entrar na história da NBA.

Depois de três anos na Universidade de Utah State, ao serviço dos Aggies, o ex-jogador do Barreirense e do Benfica propôs-se ao ‘draft’, abdicando da época de ‘sénior’, a quarta, e foi escolhido na nona posição da segunda ronda. O internacional luso-guineense acabou a carreira universitária com médias de 13,2 pontos, 9,0 ressaltos, 2,5 desarmes de lançamento e 2,0 assistências, com 59,4 por cento nos lançamentos de campo, números que convenceram o conjunto da Conferência Oeste.

O “draft” da NBA é um evento anual no qual os trinta clubes da competição podem recrutar jogadores que são elegíveis para ingressar na liga. Curiosamente, estes jogadores são amadores oriundos do basket universitário, mas jogadores internacionais podem ser escolhidos.

BIOGRAFIA

Neemias Queta Barbosa nasceu no dia 13 de julho de 1999, em Barreiro, distrito de Setúbal, Portugal. O jovem basquetebolista é filho de pais guineenses. Queta fez a formação como atleta no Barreirense, clube pelo qual alinhou pelos sub-14, sub-16 e sub-18, antes de rumar ao Benfica, em 2018, jogando maioritariamente na equipa secundária, Proliga, com passagens episódicas pela formação principal, antes de se mudar para os Estados Unidos da América.

“Quetão”, como é apelidado, cresceu no Vale da Amoreira, no concelho da Moita, e ganhou uma bolsa universitária para abraçar o sonho americano em 2018, almejando ser um dos 60 basquetebolistas elegidos nas duas rondas do draft.

Depois de três anos nos Utah State Aggies, uma equipa da NCAA, a liga universitária de basquetebol dos Estados Unidos, o poste de 22 anos foi a escolha 39 no draft da NBA, já na segunda ronda, mas bem acima da média das previsões e foi eleito pelos Sacramento Kings, a equipa onde o treino pré-draft, segundo o próprio disse, lhe tinha corrido melhor. Os Sacramentos Kings escolheram um jogador que é um verdadeiro especialista na defesa, um basquetebolista que se tem destacado cada vez mais na arte de fazer desarmes de lançamento e limpar as tabelas, sobretudo a defensiva, garantindo ressaltos.

Por: Alison Cabral 

1 comentário

    • Mario Simão Intchama em 08/08/2021 às 16:42
    • Responder

    Está de parabéns e que supere mais!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.