Figura da semana: ESCRITOR EMÍLIO TAVARES LANÇA LIVRO “PEDAÇO TEU – MUSA E PÁTRIA MINHA”

[SEMANA 30_2022] O escritor guineense, Emílio Tavares, radicado na Escócia, lançou no último sábado no Centro de Exposições de Odivelas, em Portugal, a sua sexta obra literária “Pedaço Teu – Musa e Pátria Minha”.

A obra é uma exaltação poética do apego incansável às múltiplas estações que lhe rodeiam o ser, às inúmeras manifestações da errância do homem africano que o poeta vê exilado no seu próprio país, os vultos da infância, o relicário do desejo, os acordos e desacordos sociais que enlaçam mitos e realidades num frenesim selvagem e doce como a sombra de cajueiros que sombreiam os campos da sua amada Guiné-Bissau.

O livro serve também para o escritor guineense homenagear a sua esposa Edwiges Tavares Lima (Kanafistra) ou Musa e a sua pátria Guiné-Bissau.

BIOGRAFIA

Natural de Canchungo, região de Cacheu, Emílio Tavares é escritor, poeta e comunicólogo. É autor de vários livros de poesia, romances e mentor de duas antologias, uma delas reunindo mais de 46 jovens guineenses, colaborando em mais de 15 outras colectâneas. O seu primeiro romance foi recomendado para estudos universitários na Universidade Amílcar Cabral (UAC), em Bissau.

Tavares representou a Guiné-Bissau na Europa, na América e em África, em vários encontros de Escritores de Língua Portuguesa.Tavares é mentor e coordenador do Projeto “Djorson Nobu- Geração Nova “, que publicou na Antologia Poética Juvenil da Guiné-Bissau – Traços no Tempo.

O escritor, que vive há vários anos fora do país, é vencedor de vários concursos de poesia na Guiné-Bissau e em Portugal. Entre 2018 e 2019, Tavares foi galardoado com os troféus Best of Guiné-Bissau Awards, na categoria de literatura.

Por: Alison Cabral 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.