Figura da semana: CELESTINO MONTEIRO  DE MACEDO LANÇA SEIS OBRAS LITERÁRIAS DE UMA SÓ VEZ

[SEMANA 31_2022] O professor e escritor, Celestino Monteiro de Macedo, lançou, de uma vez só,  no final do mês de julho, em Lisboa (Portugal), seis obras literárias,  em colaboração com a Editora ONDA DIDÁCTICA.

Os livros lançados pelo autor guineense são: Dicionário Temático da Cultura Guineense, Do Matadouro ao Bairro Militar, Toca-toca Leva-me ao Destino, Eu quero ser de novo, A Nossa Cultura, as Nossas Tradições, Nossos Valores, Nossas referências; Textos, Contextos, Temas e Questões; e Os Contadores de H/histórias da África Antiga Pré-Colonial.

“Estas obras refletem, em grosso modo, a mais profícua dimensão filosófico-religiosa, social, cultural, económica e política que moldaram o nosso percurso histórico, a nossa identidade, as nossas realizações científico-tecnológicas no continente e fora dele. E isto significa, questionar o passado, olhar o presente e projetar o futuro do continente africano”, pode ler-se numa nota enviada à redação de O Democrata.

BIOGRAFIA

O Professor Celestino Monteiro de Macedo é natural de Mansoa, região de Oio, no norte da Guiné-Bissau. Iniciou os seus estudos primários com o conhecido e intelectual Prof. Lobo na Escola Católica (Padre), sediada na antiga guarnição militar durante o período colonial. Após concluir a antiga 4.ª classe, foi acolhido aos nove anos como professor. Mais tarde seguiu para Portugal (Lisboa), onde concluiu o curso de Filosofia pela Faculdade de Letras do Porto.

No ano em que termina a Licenciatura, publica o seu primeiro livro ‘’Lindas Históricas da Guiné’’.

Além desta leve narrativa, o Professor aventura-se a publicar mais trabalhos desconhecidos pelo público guineense. É investigador no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (INEP) e trabalhou no Instituto Nacional para o Desenvolvimento da Educação (INDE) e outras instituições nacionais e estrangeiras.

O escritor chegou a desempenhar a função de diretor-geral no Ministério da Função Pública. Já trabalhou como co-responsável na montagem do Centro de Recursos Multiculturais, projeto da Câmara Municipal de Lisboa, criador do Projeto para África (CCCDPA), poeta, escritor e colaborador em variadíssimas revistas nacionais e internacionais.

Para além das seis recentes obras, o Professor já tinha publicado quatro obras, nomeadamente Lindas História da Guiné, 1983; Sebenta para a Cooperação e Desenvolvimento 1998, Casamentos Tradicionais na Guiné-Bissau, in Dicionário Temático da Lusofonia, 2005 e as Mandjuandades da Guiné-Bissau, 1998.

Por: Epifânia Mendonça

1 thought on “Figura da semana: CELESTINO MONTEIRO  DE MACEDO LANÇA SEIS OBRAS LITERÁRIAS DE UMA SÓ VEZ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.