Figura da Semana: SIDNEY CERQUEIRA ‘ESPELHO’ DA ARTE PLÁSTICA GUINEENSE

O artista plástico guineense, Sidney Cerqueira, fez a sua primeira exposição de aguarelas na capital portuguesa no passado dia 17 de março 2017, tendo como palco central a ‘Casa de Angola’  – (Travessa das Sedas, nº7, Lisboa), na qual contou com a participação, que considerou de ‘muito especial’, da artista plástica Márcia Dias.

Cerqueira é considerado pelos especialistas desse domínio cultural como um dos expoentes das artes plásticas da comunidade lusófona. Mesmo os que não conhecem a arte de pintar ficam com ‘água na boca’, quando veem os quadros pintados pelo jovem guineense, cujos temas retratam a realidade política, social e a violência doméstica no seu país [Guiné-Bissau].

A obra do artista é pouco conhecida no país, mas no estrangeiro os seus trabalhos já foram expostos em grandes eventos, sobretudo na Europa. Em Portugal (onde fixou a sua residência) e na França, por exemplo. “Os estrangeiros é que dão mais importância aos meus trabalhos, fato triste e que lamento bastante”, desabafa o jovem numa conversa via Messenger à redação do jornal ‘O Democrata’.

BIOGRAFIA

Sidney Cerqueira nasceu a 16 de Dezembro de 1980 em Lisboa, Portugal, mas tem nacionalidade guineense. Cerqueira veio com a sua mãe para a Guiné-Bissau em 1980. Cresceu e fez os seus estudos aqui, na Terra de Cabral. Em 2000, o jovem pintor decidiu fixar a sua residência nas terras lusas.

Sidney já levou a arte plástica guineense aos quatro cantos no planeta, percorrendo Portugal, Camboja, França, Estados Unidos da América, Inglaterra, Suíça, China, Holanda, Luxemburgo, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, Brasil, Senegal, Cabo Verde e Mônaco.

Atualmente, Sidney já conta com mais de 60 (sessenta) exposições entre individuais e coletivas. Este mês inaugurou a sua primeira exposição de aguarelas na capital lusa, Lisboa.

 

 

 

Por: Assana Sambú/Sene Camará

Foto: SC

 

 

 

One comment

  1. Prezado Sidnei – tive o privilegio de apreciar a tua exposicao de pinturas no Centro Cultural Franco/Bissau-Guineense. Nao so fiquei deslumbrado pelos teu elevado nivel artistico, como acabei por ficar rendido diante do teu enorme humanismo, quando pude co laborar na tua campanha de recolha de materiais escolares para as criancas. Obrigado por tudo o que tens feito por esta nossa Guine-Bissau.
    Fernando Perdigao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa