SISSOCO NOMEIA EX-CONSELHEIRO POLÍTICO DO UNIOGBIS DIRETOR DA SECRETA

O Presidente da República, Úmaro Sissoco Embaló, nomeou na quinta-feira, 13 de agosto de 2020, o brigadeiro-general do exército, Arsénio Lassana Baldé, para as funções do diretor-geral do Serviço de Informação de Segurança (SIS), substituindo António Cabral Avelino.


Baldé é oficial de Assuntos Políticos no Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, onde trabalhava desde  2010.  


O Chefe de Estado guineense justificou no decreto n°. 41/2020 que nomeou o diretor do SIS em como havia a necessidade de continuar os esforços de reestruturação dos diferentes serviços do Estado, por forma a conferir-lhes melhor adequação e eficácia na prossecução das suas atribuições.

QUEM É O NOVO DIRETOR-GERAL DO SERVIÇO DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA


Arsénio Lassana Baldé, nasceu a 26 de maio de 1957. Formou-se em ciências militares nos Estados Unidos de América e fez um curso na área de direito, que o permitiu exercer a função do Promotor de Justiça (Procurador) no Tribunal Militar.


Oficial superior do exército, Baldé foi porta-voz do Estado-Maior General das Forças Armadas e na altura tinha o patente do coronel, função que ocupou até a morte do General Tagme Na Wai, em 2009, ex-chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas com quem tinha relações próximas. De 2010 a 2020 foi conselheiro do UNIOGBIS.



Por: Assana Sambú

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa