Presidente da FFGB: “APOSTAMOS NO GUILHERME FARINHA PARA DAR CONTINUIDADE AO PROJETO DOS ANOS 90”

O presidente da Federação de Futebol da Guiné-Bissau (FFGB), Carlos Mendes Teixeira “Caíto”, afirmou que o organismo decidiu nomear o treinador português Guilherme Farinha ao cargo do diretor técnico da FFGB,para dar continuidade ao projeto que este iniciara nos anos de 1990, como técnico principal da seleção sub-17 .

“Nomeamos Guilherme Farinha, porque entendemos que é conhecedor de futebol nacional, um amante da Guiné-Bissau e começou um trabalho que não terminou. Estão reunidas todas as condições para que ele possa concluir o projeto que iniciou naquela altura”.

Mendes Teixeira falava aos jornalistas esta segunda-feira, 11 de janeiro de 2021, após receber cumprimentos de novo ano do presidente cessante do Ajuda Sport Clube (ASC), Abdulai Baldé, na sede da FFGB sito no alto Bandim em Bissau.

Na ocasião, Mendes Teixeira explicou que, para além de Farinha, estiveram em cima da mesa várias opções, mas os membros do Comité Executivo da FFGB acabaram por apostar no técnico português.

Farinha foi nomeado ao cargo do diretor técnico nacional na última sexta-feira, através de um despacho assinado pelo presidente da FFGB, substituindo na função o guineense Jerónimo Mendes. 

O técnico português regressa a Guiné-Bissau 27 anos depois de abandonar o cargo de selecionador nacional da seleção sub-17 em 1994.

Na sua primeira reação após a sua nomeação, Guilherme Farinha disse estar satisfeito por regressar a um país que marcou o início da sua etapa como treinador de futebol pelo mundo.

“É com muito orgulho e prazer, que 27 anos depois,regresso a um país que me marcou e no qual dei início a esta aventura de percorrer o mundo, fazendo o que mais gosto, e isso é um privilégio”, escreveu Farinha na sua página oficial do Facebook, no último domingo.

Com carinho em Portugal, Holanda, Guiné-Bissau, Costa Rica, Irão e Guatemala, Guilherme Farinha, de 64 anos,dirigiu a seleção sub-17 do país entre 1991 e 1994 e conduziu a seleção à conquista dos jogos da CPLP em Portugal na sua primeira edição realizada em 1992.

De referir que o presidente da FFGB nomeou também Fidel Gomes para exercer as funções do presidente do Conselho de Arbitragem, substituindo no cargo João Soares da Gama.

Na cerimónia do cumprimento de ano novo o presidente cessante do ASC, Abdulai Baldé, ofereceu uma camisola do clube a Caíto Teixeira, em homenagem à sua eleição ao cargo.

O exercício eleitoral do Ajuda Sport Clube está agendado para o dia 23 de janeiro. AbdulaiBaldé e Luís Nhaga já depositaram as suas candidaturas junto da comissão eleitoral.

Por: Alison Cabral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa