AQUISIÇÃO DOS MATERIAIS PARA EXPOSIÇÃO MUNDIAL PREOCUPA A COMISSÁRIA DA GUINÉ-BISSAU

A Comissária Geral da Expo 2020 em Dubai na Guiné-Bissau, Francisca Maria Monteira e Silva Vaz (Zinha Vaz), mostrou-se preocupada com a falta de meios financeiros para aquisição de materiais que serão apresentados na exposição 2020 Dubai, protelada para julho de 2021. Francisca falava à saída da audiência com o Presidente da República, Úmaro  Sissoco Embaló. 

Zinha Vaz explicou que o encontro é no quadro da preparação da exposição mundial em Dubai.

“Vimos para dois objetivos: primeiro,  entregar o convite ao Presidente Sissoco, porque os organizadores querem a presença do Presidente da República no dia da apresentação da Guiné-Bissau. Segundo, pedi-lo para que  use a sua magistratura de influência junto do governo no que concerne ao patrocínio para a participação do país com capacidade e dignidade na exposição”,  frisou. 

Segundo a Comissária Geral, o evento estava agendado para outubro do ano passado, 2020. Mas devido à pandemia foi adiado para 01 de outubro de 2021, e deverá decorrer até 31 de março 2022.

A Guiné-Bissau deverá apresentar-se no dia 12 de janeiro de 2022 e o tema principal com o qual vai concorrer na Expo 2020 é “Sonhar para poder construir um futuro” e pertence ao pavilhão da Oportunidade.

Garantiu que apesar da falta de meios financeiros o país poderia preparar seu pavilhão, a Guiné-Bissau já dispõe de um pavilhão disponibilizado pela comissão,  graças às quotas que tem em dia.

Por: Epifânia Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa