ITALIA VENCE INGLATERRA E É A NOVA CAMPEÃ DA EUROPA

A Itália sagrou-se, este domingo, 11 de julho de 2021, campeã europeia depois de vencer a Inglaterra nas grandes penalidades. Italianos sucedem a Portugal e voltam a vencer um Europeu 53 anos depois.

O Europeu mais diferente de todos e com um “formato injusto” – palavras do presidente da UEFA Ceferin – terminou este domingo, em Wembley, com uma vitória italiana, que se sagrou campeã europeia 53 anos depois e pela segunda vez na história. De um lado, estava a Inglaterra a jogar mais uma vez em casa e que via a oportunidade ideal para conquistar o troféu pela primeira vez – “It’s coming home” [Está a chegar a casa], cantavam os adeptos nas bancadas – e, do outro, estava a “squadra azzurra”, que tinha perdido as duas última finais da prova que disputou.

A contagem abriu-se cedo, logo aos dois minutos, mas a final acabou por se resolver já tarde, nas grandes penalidades. Primeiro, o jogo ainda mal tinha começado quando Trippier fez um cruzamento pela direita e Shaw, com um remate de primeira, não deu qualquer hipótese a Donnarumma. Foi o golo mais rápido de uma final de um europeu.

Na segunda parte, ao minuto 67, Bonucci empatou na sequência de um pontapé de canto de Emerson. Pickford ainda defendeu um remate de Verratti mas, na recarga, o defesa central não falhou, tornando-se o jogador mais velho, com 34 anos, dois meses e 10 dias, a marcar em finais do campeonato da Europa.

O jogo teve mesmo de ir a grandes penalidades e, aí, a eficácia italiana fez a diferença. Donnarumma defendeu duas grandes penalidades, Rashford e Sancho, que entraram no prolongamento, falharam os remates e a festa acabou mesmo por ser da “squadra azzurra”, que foi a primeira equipa a vencer dois desempates por grandes penalidades.

In JN

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.