Odete Semedo: “A GUINÉ-BISSAU É UM PAÍS INSEGURO COM FRONTEIRAS PERMEÁVEIS”

A segunda vice-presidente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Maria Odete Costa Semedo, afirmou que a Guiné-Bissau é um país “inseguro” com fronteiras “permeáveis” para qualquer  cidadão estrangeiro entrar quando quiser. 

“As nossas fronteiras são muito permeáveis. Entra quem quer e, dois dias depois, tem o bilhete de identidade da Guiné-Bissau. Criou-se uma situação que no futuro os nossos netos e bisnetos não serão capazes de resolver e terão que enfrentar graves problemas, porque  vai  ter gente  com o mesmo bilhete de identidade a gozar dos mesmos direitos como cidadãos guineenses autóctones de forma ilegal e irregular”, frisou.

Odete Semedo fez essa afirmação este domingo, 19  de setembro de 2021, à margem da comemoração do 65º aniversário da criação do PAIGC, na qual pediu que sejam respeitadas as normas para a obtenção do Bilhete de Identidade.

A segunda vice-presidente do PAIGC disse aos jornalistas que a luta do seu partido é pelos direitos humanos, porque “o ser humano precisa ter e viver com dignidade”.

“Quando não lhe é dada a  liberdade nem de falar nem de manifestar-se, é porque não tem dignidade”, salientou.

Semedo fez críticas à governação do atual governo liderado por Nuno Gomes Nabian, acusando-o de falta de sensibilidade em relação ao setor educativo, de facilitar o aumento da mortalidade materna infantil por falta de bom atendimento e de lugares adequados para reduzir mortes que poderiam ser evitadas.

“Quem tem os direitos humanos garantidos tem tudo, porque o direito da pessoa  humana começa com o direito a registo logo depois do nascimento, passando a direitos a três refeições, à escola, a um nome e à assistência médica e medicamentosa e à segurança”, notou.

Maria Odete Semedo apelou neste particular aos militantes do seu partido a continuarem resilientes.

“Um bom militante não é aquele que vem para a festa ou quando o partido ganha e está no poder  ou na governação. Um bom militante  é aquele que luta para que o seu país esteja em linha com os vários direitos”, assinalou.

Por: Filomeno Sambú

Foto: F.S    

Author: O DEMOCRATA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.