ANGOLA ESPERA INDICAR NOVO EMBAIXADOR PARA REPRESENTAR O PAÍS NA GUINÉ-BISSAU

O conselheiro da embaixada de Angola na Guiné-Bissau, Campos Vieira Campos, admitiu que Angola  poderá nomear um novo embaixador para a Guiné-Bissau, de acordo com as decisões  a serem tomadas sobre essa matéria.

A intenção foi manifestada por Campos Vieira Campos na quarta-feira, 13 de outubro de 2021, à saída do encontro com o Presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP) para analisar as coordenações pontuais sobre alguns  aspetos  relacionados  com a Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP).

“A Guiné-Bissau acaba de nomear um novo embaixador em Angola que deverá ser credenciado em breve. Sendo um processo normal entre os Estados, acredito que futuramente Angola também poderá ter um novo embaixador  na Guiné-Bissau, de acordo com as decisões a serem tomadas sobre essa questão”, sublinhou. 

O diplomata transmitiu aos jornalistas que o seu país está aberto e disponível em cooperar com a Guiné-Bissau.

“A embaixada de Angola no país serve exatamente para transmitir  mensagens das instituições soberanas da Guiné-Bissau ao meu país, de um lado, e do outro, analisar  algumas questões que as instituições soberanas angolanas têm em relação à Guiné-Bissau”, salientou.

Campos Vieira Campos lembrou neste particular que Angola e a Guiné-Bissau estão unidas por uma longa história consubstanciada, nomeadamente, na parceria mútua e respeito entre os dois Estados.

“Estamos aqui para cumprimentar o Presidente da Assembleia Nacional Popular de um país irmão e transmiti-lhe a mensagem de abertura total da cooperação, principalmente neste momento que a Guiné-Bissau preside o Fórum parlamentar da CPLP e Angola preside a CPLP, por isso vimos para coordenar aspetos importantes”, realçou.

Por: Aguinaldo Ampa

Foto: A.A

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.