Congresso do PRS em risco: GRUPO DE MILITANTES AVANÇA COM PROVIDÊNCIA CAUTELAR PARA A SUSPENSÃO DO CONGRESSO

Um grupo de militantes do Partido da Renovação Social (PRS) interpôs uma providência cautelar no Tribunal Regional de Bissau, requerendo que seja suspenso o congresso do partido marcado para os dias 10 a 13 de janeiro em curso, em Gardete, nos arredores de Bissau.

Os requerentes [Cabi Na Debe, Neto Tonecas Betchiguê, Júlio Biaguê, Vasco Crufe, Udmatumba Cumba Tchuda e Quintino Na Nduk] justificaram a decisão por a Direção da Representação do PRS na Diáspora Europa – Portugal [na veste da Comissão Organizadora local do sexto congresso] não ter realizado a escolha de delegados por via de votos ou por consenso dos militantes do partido, “conforme recomenda o regulamento eleitoral”, optando por cooptar os militantes Salifo Condé, Amadu Indjai e Agostinho.

Os requerentes falam na “denegação da justiça”, por o Conselho Nacional da Jurisdição do PRS, liderado por Roberto Mbesba, não ter proferido um acórdão sobre o pedido de impugnação dos atos praticados pela Direção da Representação do PRS em Portugal, no dia 24 de novembro de 2021, assim como o pedido de aceleração processual na instrução do recurso interposto contra a deliberação tomada pela COC local [Portugal].

Enquanto se aguarda pela decisão do Tribunal Regional de Bissau, a Comissão Organizadora Nacional do Congresso agendou para o dia 09 de janeiro uma conferência de imprensa para falar do encontro magno do partido que vai decorrer sob lema “Legado Político do Dr Koumba Yala face aos desafios do desenvolvimento”, no qual concorrem à presidência do partido 10 candidatos, entre os quais, o presidente cessante, Alberto Mbunhe Nambeia,  o secretário-geral cessante, Florentino Mendes Pereira e  dois candidatos ao cargo de secretário-geral, nomeadamente, Ancelmo Mendes e Lucas Na Sanha.

Há mais de seis meses que o presidente Cessante do PRS, Alberto Mbunhe Nambeia, se encontra em Portugal, em tratamento.

Uma fonte confidenciou ao semanário O Democrata que Mbunhe Nambeia teria recuperado a saúde e deverá chegar ao país no sábado, 08 de janeiro, antes do início do congresso.

O presidente cessante do PRS poderá vir a desistir da corrida no próprio dia do congresso tal como fez o anterior presidente do partido, Koumba Yalá, no congresso realizado em 2012 e que foi vencido por Nambeia, disse a fonte. 


Por: Tiago Seide

Author: O DEMOCRATA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.