AMI INDJAI ELEITA CANTORA DO ANO 2013

O Fórum Social para a Projecção da Cultura Guineense (FSPCG) distinguiu na sua sétima Gala, no último sábado, no Espaço Cultural Lenox, os melhores do ano 2013 em diferentes categorias da nossa senda musical, sob o patrocínio oficial da MTN. Ainda, na mesma gala aconteceu dois momentos mais esperados pelo público presente naquele evento cultural: a especial homenagem ao decano da música nacional, Ernesto Dabó, este veterano da nossa história musical que colocou no ano findo o seu primeiro álbum a solo no mercado e, o anúncio do músico do ano, que vai para a cantora Aminata Indjai (vulgo Ami Indjai).

Na referida gala foram distinguidos, Ami Indjai como músico do ano, Naty Pro como o produtor do ano, Guiné-Livre foi eleito como o melhor grupo da música moderna do ano, a melhor música do ano foi arrebatado pelo músico da nova geração, Salifo Djassi (vulgo Sá di Santumé) com a sua música intitulada «Justiça de Guiné Cansado Julga», no qual retratou o “estado clínico” da nossa justiça. No que tange a ‘Mandjuandade’ foi distinguido o grupo «Maran Cabeça», a voz feminina do ano foi a cantora da nova geração, Cândida Lopes Cassamá (vulgo Star Candinha).

Ainda, o rapér de revelação foi arrecadada pelo cantor da nova geração, Diumi Inácio Sanca (Mc Diumi), a cantora de revelação foi entregue a Isabel Infanda, o Dominguinho Lus Na Man (Domy Rei) foi distinguido como cantor de revelação, Tchunsu Frederico Gomes Nhaga (Niga Tchunsu) foi eleito como o melhor rapér do ano. Aquele evento contou com uma boa assistência dos amantes da cultura, em particular da música.

A presidente da comissão organizadora, igualmente vice-presidente do fórum, Nhima Aissatú Seide, disse a imprensa que o fórum conseguiu materializar aquele evento graças ao patrocínio da MTN com 50 por cento do orçamento, revelando que o fórum está a trabalhar no sentido de receber outros apoios para num futuro próximo poder anunciar a data de entrega dos referidos prémios.

Seide garantiu ainda que o fórum fez um trabalho justo na distinção das diferentes categorias, para acrescentar que mesmo assim o coletivo que preside está consciente que agradar toda gente éimpossível.

Na ocasião o homenageado daquela noite, Ernesto Dabó espelhou a sua satisfação ao microfone dos jornalistas presentes no referido evento, aquele decano da nossa música, disse o gesto do fórum lhe tocou profundamente. Acrescentando que, «este momento é um momento que partilhar com os meus colegas, aqueles que sempre partilhei os meus percursos, os colegas e amigos que hoje infelizmente não estão no mundo dos vivos. Também é um grande estímulo para mim, pois, é um reconhecimento que não esperava. Por isso, estou profundamente grato por este gesto».

Na cerimónia os grandes ausentes, premiados, daquela VII gala, são Domy Rei e Ami Indjai, cantor de revelação e Cantora do ano, respetivamente, ambos com residência em Lisboa, Portugal.

Por: Sene Camará

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.