Figura da semana: AFONSO TÉ LANÇA LIVRO ÑU ŽANUARIU, CONTOS TRADICIONAIS EM CRIOULO

O escritor guineense e oficial militar na reserva, Afonso Té, lançou no início deste mês em Bissau, o livro “Ñu Žanuariu”, um conjunto de Contos Tradicionais guineense em crioulo para chamar atenção sobre a importância de convencionar a  grafia do  crioulo.

A primeira obra literária de Afonso Té é um desafio com o objetivo de sensibilizar as autoridades a adotarem uma das opções de codificação.

Té pretende que seja priorizada a utilização dos alfabetos latinos e africanos na codificação, para atingir fonéticas de superstrato e de substrato, dois contribuidores do crioulo. O escritor pretende também trazer ao debate a importância da língua crioula para a sociedade guineense.

Biografia:

Afonso António Té nasceu a 17 de março de 1956, em Bissau. Fez toda a sua carreira nas Forças Armadas, onde ingressou na luta armada de libertação nacional aos 16 anos de idade. Foi vice-chefe do Estado Maior General das Forças Armadas.

É oficial de Infantaria na reserva, mestre em Ciências e Artes Militares pela Army Command and General Staff College (EUA).

Té fez Gestão de Recursos Humanos de Defesa na Escola Naval Superior de Montrey, Califórnia, nos Estados Unidos da América. É jurista formado na Universidade Gamal Abedel Nasser da Guiné-Conacri.

Além de dirigente político, atualmente, dedica-se à escrita e consultoria em Defesa e Segurança. Afonso Té é também empresário, evoluindo no setor do comércio internacional. Embora tenha muitos escritos em   obras literárias,  o  livro “Ñu Žanuariu” é a sua primeira obra apresentada publicamente.

Por: Alison Cabral

Foto: AC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.