São Domingos: EX-ADMINISTRADOR DOA MATERIAL PARA BLOCO OPERATÓRIO 

O antigo presidente da Câmara Municipal de Bissau, Rui Gonçalves Cardoso, ofereceu material para o bloco operatório (autoclave – aparelho de esterilização) à direção do centro de saúde “Bacar Mané” do setor de São Domingos, região de Cacheu, norte da Guiné-Bissau.

O donativo foi entregue esta segunda-feira, 11 de julho de 2022, em São Domingos. Há mais de seis meses que aquele bloco operatório não funcionava devido a avaria da autoclave e do aparelho de oxigênio, e os doentes em estado grave eram evacuados para o hospital Regional de Ziguinchor para a intervenção cirúrgica.

Rui Gonçalves Cardoso, que também chegou a desempenhar a função de administrador daquele setor, explicou que o material foi adquirido em Portugal no valor aproximado de 4.600 euros (cerca de dois milhões e novecentos e noventa mil francos CFA).

“Uma parte do dinheiro [2600 euros] é a minha contribuição, enquanto filho de São Domingos, e outra [2000 euros] é a contribuição de Mary Carmém. Quero que todos nós agradeçamos a ela por este gesto. Ainda informo-vos que um amigo espanhol que tem uma clínica em Espanha mandou-me uma mensagem anteontem, confirmando que já tem outro aparelho para mim, significa que vamos ter dois” informou.

Gonçalves disse esperar que os equipamentos contribuam para minimizar a mortalidade materno-infantil no hospital Bacar Mané, apelando ao seu bom uso e o redobrar de esforços dos técnicos de saúde na melhoria do atendimento à comunidade.

“Apelo a todos a pensarmos São Domingos e apoiarmos os técnicos de saúde. Sozinhos não conseguem mudar a atual realidade. Têm vontade, sim, mas devemos nos engajar, porque a saúde é cara. Hoje, muitos de nós tem a possibilidade de fazer o tratamento no estrangeiro, mas a maioria da nossa família não tem essa condição. Por isso, é preciso darmos o nosso apoio a esse hospital” insistiu.

Rui manifestou a disponibilidade de colocar um aparelho de raio X no Hospital Bacar Mané para ajudar os médicos no diagnóstico.

Em representação de mulheres de São Domingos, Fatumata Cissé exprimiu satisfação, sublinhando que o mesmo vai diminuir a mortalidade materno-infantil que se regista no hospital ou no momento de transportar mulheres para o hospital Regional de Ziguinchor.

Por sua vez, o secretário administrativo, Administrador em exercício do Sector de São Domingos, Pedro N’bana, defendeu que o sistema sanitário requer não só ter recursos humanos qualificados, mas também materiais técnicos que, combinados, permitam proporcionar um atendimento adequado e eficaz.

“A nossa vida depende de um serviço de saúde de qualidade. Espero o bom uso desse donativo e tenho a certeza que, se o bloco voltar a funcionar, vai mitigar as mortes de mulheres grávidas e crianças”, concluiu.

Por: Tiago Seide

Foto: cortesia Rádio Kassumay  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.