COMPANHIA AÉREA DA COSTA DO MARFIM VAI LIGAR GUINÉ-BISSAU A NOVE CIDADES AFRICANAS

A companhia aérea da Costa do Marfim vai ligar nove cidades africanas, entre as quais Joanesburgo, na África do Sul, com a capital da Guiné-Bissau, disse à Lusa esta sexta-feira, 16 de setembro de 2022, o diretor-geral da empresa que gere o aeroporto internacional de Bissau.

Aliu Soares Cassamá indicou que a maioria das ligações deve arrancar na próxima semana.

Além de Joanesburgo, a Air Cote D’Voire vai ligar Bissau a Abidjan (Costa do Marfim), Acra (Gana), Cotonou (Benim) Conacri (Guiné-Conacri), Douala (Camarões) Lomé (Togo), Libreville (Gabão), Lagos (Nigéria) e Yaoundé (Camarões).

Atualmente, a Air Cote D’Voire já realiza voos entre Abidjan, Bissau e Conacri e, “se tudo correr como está previsto”, Aliu Soares Cassamá acredita que, “muito brevemente”, a companhia também escalará a cidade de Praia, em Cabo Verde.

O diretor-geral da empresa que gere o aeroporto Osvaldo Vieira explicou que os voos de ligações de Bissau com as nove cidades africanas já definidas, deverão partir de Abidjan.

“Já não é preciso apanhar tantos voos de conexão para atingir essas cidades africanas. A partir de Bissau, passando por Abidjan, rapidamente o passageiro chega ao seu destino”, observou o responsável do aeroporto internacional Osvaldo Vieira de Bissau.

Aliu Soares Cassamá, economista formado em Portugal, acredita que até o final do ano, a Air Cote D’Voire deverá iniciar os voos de ligação de Bissau com Lisboa e Paris, atendendo à “grande procura dessas duas capitais” a partir da capital guineense, notou.

Cassamá adiantou estar em curso conversações entre a Air Cote D’Voire com as autoridades aeroportuárias de Portugal e França no sentido de permitirem que os voos daquela companhia aérea cheguem, ainda em 2022, aos dois destinos.

O voo inaugural da Air Cote D’Voire aconteceu em junho, fazendo subir para seis as companhias aéreas que ligam Bissau ao resto do mundo.

As outras companhias são as portuguesas TAP e EuroAtlantic, a multinacional africana Asky, a Air Senegal e a marroquina RAM (Royal Air Maroc).

In lusa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.