Nas águas da Guiné : NAUFRÁGIO DE NAVIO DE PESCA CHINÊS FAZ TRÊS MORTOS E DEIXA TRÊS DESAPARECIDOS

Um navio de pesca da empresa chinesa, “Zhongyu Global Seafood Corp”, naufragou ontem, 5 de Julho de 2019, nas águas da Guiné-Bissau, enquanto praticava atividade de pesca normal. No acidente foram registados três (3) mortos cujos corpos deram entrada no morgue do Hospital Nacional Simão Mendes em Bissau, igualmente três (3) marinheiros estão desaparecidos, ambos da nacionalidade chinesa.

O navio de pesca transportava ao todo  21 tripulantes, dos quais dez de nacionalidade guineense. Os 15 restantes marinheiros foram resgatados por outro navio de pesca que se encontrava na zona do incidente.

As causas do acidente continuam desconhecidas, mas fontes do Ministério das pescas da Guiné-Bissau contatadas pelo jornal O Democrata indicam tratar-se de uma entrada de água no navio e que acabara por afundar-se no mar. Segundo o nosso informante, decorrem investigações e busca de acordo com orientação da embaixada de China no país.

Durante a conferência de imprensa realizada no Ministério das pescas, este sábado, 06 de julho, para esclarecer as circunstâncias do naufrágio, o representante da empresa chinesa de pesca denominada “Zhongyu Global Seafood Corp”, Sun Shixiang informou que a sua empresa está a operar no país há mais de 30 anos respeitando regras de navegação e segurança, no âmbito da cooperação de pesca entre Ministério das Pescas e a sua empresa.

“Quando acontece este tipo de situação, todos nós ficamos com um sentimento de dor. Estes marinheiros que perderam as suas vidas no âmbito do reforço da cooperação de amizade entre o governo guineense e o governo da República Popular da China, saíram milhas e milhas para virem trabalhar no mar guineense. Por isso, queremos endereçar as nossas condolências aos familiares das vítimas”, lamentou.

Por seu lado, o Coordenador das Atividades de Pescas no país (FISCAP), Mussa Mané  confirmou que ao longo destas três décadas nunca houve uma situação de gênero com a companhia que tem respeitado a segurança de embarcação, leis e regulamentos do país em matéria de pesca e, anualmente realiza inspeção a todos os seus navios.

Por: Aguinaldo Ampa

Foto: A.A

One comment

  1. António ALT Tavares disse:

    Sinceras condolências aos governantes dos dois países! Especialmente à Comunidade Chinesa na Guiné Bissau, assim como todos os entes queridos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa