Festa de Tabasky: COMISSARIADO NACIONAL DA POP REGISTA UM ÓBITO E DEZENAS DE CASOS DE AGRESSÕES

O Comissariado Nacional da Polícia de Ordem Pública (POP) fez, esta terça-feira 13 de agosto de 2019, um balanço do serviço de vigilância no quadro da festa de Tabaski celebrado pela comunidade muçulmana. Segundo apurou a POP, registou-se um óbito e três dezenas (30) casos de agressões físicas, acidentes de viação e alguns de roubos. Esses dados foram tornados públicos pelo comandante da Zona Centro Bissau/Biombo, Sabum Seidi, durante uma conferência de imprensa.   

Sabum Seidi explicou que, de acordo com os relatórios recebidos por todas as estruturas da Polícia da Ordem Pública, registou-se um óbito no dia 12 do mês corrente (segunda-feira) no setor de Farim, região de Oio.

Relativamente aos casos de agressões e acidentes de viação, disse que  foram registados na região de Biombo e Bissau um total de 26 casos de naturezas diferentes dos quais 16 casos de agressões físicas, 10 de roubo ou furto.

Acrescentou que a nível das províncias leste e sul, verificaram-se pequenos incidentes que segundo a sua explicação, não puseram em causa o normal funcionamento dos citadinos. Porém não especificou o número. Contou neste particular que os acidentes do trânsito verificados são ligeiros.

“Na sequência da festividade no dia 11 do mês em curso, infelizmente registamos um óbito devido a agressão física entre dois jovens em discoteca. O malogrado foi atingido com um metal cortante no tórax e acabou por não resistir” contou.

Assegurou que a instituição que representa, sendo uma força de segurança pública, tem zelado e cumprido com rigor e determinação o plano operacional para garantir a proteção e segurança dos cidadãos e seus bens.

HOSPITAL SIMÃO MENDES REGISTA SETE CASOS DE ACIDENTES DE VIAÇÃO E DOIS DE AGRESSÕES FÍSICAS

Sete casos de acidentes de viação e dois de agressões físicas é o número total de casos que deram entrada no serviço de urgência do Hospital Nacional Simão Mendes durante o dia da festa de Tabaski, 11 de agosto (domingo). Tabaski, conhecido como a festa de carneiro, é uma festa celebrada pela comunidade muçulmana a nível mundial, foi celebrado no domingo um pouco por todo o país.

O médico clínico geral do serviço de cirurgia do Hospital Nacional Simão Mendes, Ramalho Rumão Nhaga, considera de positivo o balanço da festa. Segundo a sua explicação, não se registaram grandes casos de acidentes de viação.

Informou que registaram apenas dois de agressões físicas e sete de acidentes de viação, contudo diz que a maioria deles são ligeiros. Acrescentou que um dos casos de agressão física foi um ataque com arma branca no peito da vítima, tendo lembrado que o ato aconteceu nas zonas de secção de Ingoré, sector de Bigene no norte do país.   

Aproveitou a ocasião para aconselhar os motoristas no sentido de reduzirem a velocidade, sobretudo nas vias públicas e também reduzir o consumo excessivo do álcool para melhor segurança.

Por: Epifania Mendonça/Carolina Djemé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa