Recursos naturais: DAF DESVIOU 22 MILHÕES E ENTREGOU 19 A UM VIDENTE (MURU) PARA MULTIPLICA-LOS

O diretor financeiro do ministério da Energia e Recursos Naturais, Joaquim António da Silva, confirmou à Polícia Judiciária (PJ) que desviou 22 milhões de Francos CFA levantados do Tesouro Público e que terá entregado 19 milhões de Francos CFA a um vidente (muru) para que este multiplicasse a soma para 40 a 50 milhões de Francos CFA e depois reporia a parte do ministério.

Joaquim António da Silva foi detido na passada sexta-feira, 30 de outubro de 2020, pela polícia judiciária, depois da denúncia do desaparecimento de 22 milhões de Francos CFA. 

De acordo com o site Capital News, parte desta soma era destinada para os trabalhos preparativos da reunião do Conselho de Ministros da Organização para Valorização do Rio Gâmbia (OMVG), num total de 19.947.500 Francos CFA, 3 429 680 Francos CFA estavam destinados ao pagamento de uma “Ordem de Missão”, do ministro Jorge Malú.

O suspeito, de acordo com a informação apurada pelo jornal O Democrata, negou inicialmente que tivesse desviado o dinheiro, alegando que tinha sido roubado do seu caro, porque o vidro da janela da viatura estava baixada e alguém aproveitou e abriu a porta e pegou a pasta que continha o dinheiro.

“Depois de algumas horas de interrogatório acabou por confessar-nos que desviara o dinheiro e que entregou 19 milhões de francos cfa a um vidente para que este o pudesse multiplicar para 40 ou até 50 milhões de Francos CFA e só depois devolveria a parte do ministério”, contou a nossa fonte.

O Democrata soube que o vidente mora no bairro Cuntum Madina, mas reunia-se com o suspeito no seu escritório no bairro militar. A fonte avançou que Joaquim António da Silva, nem sequer conhece a casa do vidente que lhe prometera multiplicar o dinheiro.

Segundo a fonte, agentes da PJ deslocaram-se acompanhados de uma testemunha que conhece a casa do vidente, mas não o encontraram. E frisa que, neste momento o vidente estará em fuga e que a polícia vai continuar a fazer o seu trabalho.

“O Joaquim entregou ao vidente 19 milhões de Francos CFA. O resto de três milhões de francos CFA entregou ao condutor e este passou todo o dinheiro a PJ que está a investigar o caso” informou a nossa fonte, para de seguida assegurar que o Joaquim António da Silva, continua preso nas instalações da PJ.

Por: Assana Sambú

14 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Brincadeira de Mau gosto fitcha ganadja i tené sucundido Na algum parti

  2. “SÓ NA GUINÉ-BISSAU SIS” KKKKKK que tipo é esse também ein guintis kag kaba panha pé inda na

  3. Um governante? Perguntar-lhe mais vezes porque este truque é muito antigo no nosso capital,infelizmente ou então não merece ser governante pela tamanha burrice. Minhas desculpas!

    • Ednilson Manuel Dos Santos Da Silva em 02/11/2020 às 16:22
    • Responder

    Que a justiça seja feita sem piedade e nem com a intimidação

    • Domingos Bitcharim Nghasse em 02/11/2020 às 17:22
    • Responder

    Único caminho é justiça, quer dizer na cadeia ponto final

    • Natalino P.I.G.Capol em 02/11/2020 às 17:58
    • Responder

    Aí meu Deus o que está a passar, não sei se fama para eles ou não, mais devem lembrar de que roubar é pega, haverá dia que tudo isso vai ser pagado

    • Júlio N'fogba em 02/11/2020 às 20:36
    • Responder

    Que tamanha vergonha para o país de Amilcar Lopes Cabral…
    Entregar dinheiro a um vidente!

    • Ivansérgio Ricciulli em 03/11/2020 às 04:26
    • Responder

    LISON DI VIDA, NDE KU UTRU DA TAPADA, KA NU DISSA NA DA MESMU KAU, NO PIDI DEUS PA LIBRANU DI ES MUFUNESA, PABIA KIM KU NUNKA PASSA ES SITUASON KU TA JULGA.

    • Annsumane Djassi em 03/11/2020 às 06:32
    • Responder

    Kkkkkkkkk terra na bua! es terra ka mati boh

  4. Mas que pouca vergonha é essa? Acredito que esse indivíduo tenha escondido o dinheiro algures… Guiné-Bissau ooh Deus, PJ tem de averiguar bem e apurar as verdades, porque o que ele estar dizer não corresponde a verdade, e também não é só lhe meter na cadeia e ponto final. Porque se não, vai haver o próximo a fazer o mesmo ou pior ainda… Espero que a justiça seja feita como deve ser…

    • Ocante Bassassa Ucoplomar Junior em 03/11/2020 às 07:41
    • Responder

    Só na Guiné Bissau mesmo, um diretor financeiro deixou se enganar por um Zé ninguem.? Mintira, melhor é enterrogar novamente, assim foi que serpente nguli dinheiro e até hoje não é encontrado, e o vítima do serperte que pertava a boca do serpente, fica construindo casas que não tem o salário para construir, e continua exercendo funções no aparelho do estamos… Como eu disse a tese, é só na Guiné Bissau que isso pode acontecer… Como podemos também ver, tem o dinheiro para pagar 19.947,500 fcfa para um simples conselho de ministros, os funcionários da saúde entraram na greve por falta de salário, os doentes estão morando no hospital por falta de cuidados médicos e medicamentos. Falta de respeito mesmo na nossa terra… Até ainda não sabem que um quantia de tal considerado perdido, tem o seu lugar: No banco de dinheiro não no banco de carro.

  5. Q tipo de vergonha essa
    Só a que em Guiné-Bissau

  6. Culpado numero 1 de tudo o que se passa no nosso país é a jusiça. No dia em que a justiça começar a funcionar de verdade, ningem, mas ninguem jamais terá osadia de fazer uma coisa dessa, mas como temos justiça só para os pobres então, não a novidade aqui. Alias, já asistimos vários tipos de crimes de desvíos de bens públicos que até agora ficou em água de bacalhau, mas uma coisa eu acredito, que um dia Deus irá adivogar pelo povo guineenses estes criminosos irão desaparecer de vez.
    QUE DEUS ABENÇOE GUINÉ-BISSAU!

  7. És i kal tipo de kussas mas abó alguim garande, pa mitil na cadeia

Deixe um comentário para Kemerson João mango Cancelar resposta

Seu e-mail não será publicado.