Covid-19: GOVERNO GUINEENSE LEVANTA SUSPENSÃO DE AULAS EM BISSAU

O governo deliberou levantar a suspensão do funcionamento das aulas a nível do setor autónomo de Bissau, após o término do prazo da vigência do estado de calamidade (23 de fevereiro). A decisão consta do comunicado do conselho de ministros desta quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021.

As aulas haviam sido suspensas, desde 23 de janeiro, no quadro de adoção de medidas que visam estancar o aumento de número de casos de coronavirus na Guiné-Bissau.

O governo prorrogou ainda o estado de calamidade, ainda em vigor, por mais trinta dias.

No que concerne ao surgimento da epidemia do Ébola, o executivo decidiu reconstruir a equipa de restreio do Ébola que havia sido instituída nos anos 2014/2015 e manter abertas as fronteiras com a república da Guiné-Conakry, nos três pontos de entrada, nomeadamente Buruntuma, Pitche-Fulamore e Cuntabane.

Na parte deliberativa, o conselho de ministros aprovou o programa para a campanha agrícola da época seca 2021/2022 e o respetivo  orçamento, instituindo, “por despacho do primeiro ministro”, um Task Force integrando o vice primeiro ministro, os ministros de agricultura, da economia, das Finanças e dos negócios estrangeiros para a mobilização de fundos necessários à plena execução do programa.

Ainda o plenário aprovou o projeto de digitalização dos correios da Guiné-Bissau (ecp).

Neste particular, autorizou o ministro dos transportes e comunicações para dirigir e acompanhar o processo negocial com o grupo NUMHERIT SA, visando o estabelecimento de parceria público privada para a transformação digital dos correios da Guiné Bissau (ecp).


Por: Tiago Seide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa