FLORENTINO DIAS ANUNCIA QUE GOVERNO VAI CRIAR CONDIÇÕES PARA A SELEÇÃO NACIONAL

O secretário de Estrado da Juventude e Desportos anunciou na quarta-feira, 31 de março de 2021, que o governo vai colocar à disposição da seleção nacional todos os meios necessários para que continue a representar a Guiné-Bissau com dignidade nas próximas operações, incluindo a fase de qualificação para o mundial de 2022 que se realizará no Qatar.

O governante fez esse anúncio em conferência de imprensa conjunta com o Secretário de Estado do Tesouro, Ilídio Té, convocada para falar do feito inédito conseguido pela Guiné-Bissau, na sua terceira qualificação consecutiva para uma fase final do CAN e do engajamento do governo em relação à seleção nacional.

“Doravante, o governo quer que a seleção nacional esteja em condições anímicas e emocionais de mostrar todo o seu potencial, revelar a sua diferença e para que não tenha mais constrangimentos que possam impedi-la de atingir os seus objetivos”, afirmou Dias.

Segundo Florentino Dias, apesar da crise financeira provocada pela pandemia da Coivid-19, o governo teve que ultrapassar todos os limites que previamente tinha fixado para poder ultrapassar as condições “específicas e difíceis” em que os dois últimos jogos seriam realizados, tendo fretado uma aeronave para que a seleção pudesse viajar à Essuatíni e regressasse à Guiné-Bissau em condições aceitáveis para o jogo frente à seleção do Congo Brazzaville.

Florentino Dias prometeu, por isso, trabalhar em colaboração com a direção técnica da seleção para a vinda de mais jogadores para reforçar o plantel dos Djurtus, bem como trabalhar para que o selecionador  nacional possa ter um ordenado certo e justo.

“Ele é um treinador que tem imensíssima consideração quer do povo quer do governo, devido aos feitos e resultados que tem conseguido. Presta um serviço que dignifica o povo da Guiné-Bissau, por isso acreditamos que será pago na medida certa e justa”, precisou Florentino Dias.

Por sua vez, o Secretário de Estado do Tesouro, Ilídio Té, falou na dignificação do setor no seu todo e em especial o de desporto e assegurou que já está em curso a operação de pagamento dos prémios dos últimos dois jogos (Essuatíni e Congo Brazzaville) aos jogadores e à equipa técnica, inclusive os atrasados que remontam desde novembro de 2019.  

Os dois governantes agradeceram os jogadores, a equipa técnica e o povo pela forma como têm apoiado a seleção para conseguir qualificar-se, pela terceira vez consecutiva para o CAN. 

Por: Filomeno Sambú

Foto: Marcelo Na Ritche

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa