MAMADU SAIDO BALDÉ ENTREGA CANDIDATURA À PRESIDÊNCIA DO SUPREMO TRIBUNAL

O juiz conselheiro Mamadu Saido Baldé entregou, esta segunda feira, 19 de abril de 2021, a sua candidatura ao cargo do presidente do Supremo Tribunal de Justiça da Guiné-Bissau.

A informação consta de uma nota da coordenação estratégica da sua candidatura consultada pelo jornal  O Democrata, na qual consta que Mamadu Saido Balde, líder do projeto “A Mudança”, tem na sua lista o juiz conselheiro Lima António André como vice-Presidente do STJ.

“Em breve, será anunciada a data da divulgação das propostas e opções estratégicas traduzidas em manifesto, na qual far-se-á apresentação das linhas gerais orientadoras da almejada mudança do paradigma no poder judicial”. 

O conselho superior da magistratura judicial marcou para o dia 20  de maio as eleições do presidente e vice-presidente do STJ.

Uma fonte junto do supremo tribunal de justiça confidenciou a O Democrata que o atual vice-presidente do STJ, juiz conselheiro Rui Nené, terá pretendido concorrer a presidente daquele órgão.

A confirmar-se essa intenção, o Juiz conselheiro Mamadu Saido Baldé, derrotado nas duas últimas eleições do presidente do STJ ganhas pelo presidente cessante, o Juiz conselheiro Paulo Sanha, pode ter como adversário Rui Nené, atual vice-presidente do STJ.

A comissão eleitoral para a eleição de Presidente e vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça é presidida pelo antigo bastonário da ordem de advogados, Domingos Quadé.

Por: Tiago Seide

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figura de Semana

Edição Impressa