CORRIDA À LIDERANÇA DA JAAC CRIA “AGITAÇÃO” ENTRE JOVENS DO PAIGC

A juventude Africana Amílcar Cabral (JAAC) vive uma fase de disputas internas que criou uma “agitação” entre integrantes daquela estrutura juvenil do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC), pela aproximação do seu IIIº Congresso .

Há 6 meses da eleição do novo secretário geral da JAAC já se fazem sentir no terreno as ações de caça ao voto. Os pretendentes candidatos estão a desdobrar-se em contatos com os responsáveis das estruturas da JAAC nas regiões do país e nas diferentes zonas do setor autónomo de Bissau, disse a O Democrata uma fonte junto da JAAC.

A fonte confidenciou a O Democrata que o atual secretário geral da JAAC, Dionísio Pereira tenciona concorrer a um segundo mandato no III° congresso a realizar-se em novembro ou dezembro deste ano. Também, o atual responsável do departamento das relações públicas da JAAC, Aksumi Luís Có, e o antigo coordenador da ”Geração Positiva’’, Lesmes Monteiro, pretendem concorrer. 

A confirmar essa intenção, Dionísio Pereira, eleito a 26 de novembro de 2017 como secretário-geral da JAAC, poderá ter como concorrentes Aksumi Luís Có e Lesmes Monteiro.

A fonte explica ainda que no mês de setembro serão realizadas as conferências de base, setoriais e regionais para não só renovar as estruturas da JAAC mas também escolher delegados para o terceiro “encontro magno” daquela estrutura partidária.

Nos próximos meses, adianta a fonte, o secretariado da JAAC deverá reunir-se para discutir os assuntos internos da organização e definir as datas de realização de conferências, e eventualmente será marcada a data do III° congresso.

Todos os pretendentes candidatos à liderança da JAAC querem o apoio do atual presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira (DSP). A fonte disse a O Democrata que DSP não quer imiscuir-se nas disputas internas da JAAC, pelo que talvez não venha a declarar o seu apoio a nenhum dos pretendentes.

A juventude Africana Amílcar Cabral está a organizar em Gardete, nos arredores de Bissau, desde sexta-feira, 21 de Maio de 2021, a jornada de quadros sob lema “O Papel da Juventude no Processo da Reconstrução Nacional”.

Por: Tiago Seide

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.