BISSAU E LUANDA ASSINAM ACORDO DE REESTRUTURAÇÃO DA DÍVIDA AVALIADA EM MAIS DE QUARENTA MILHÕES DE DÓLARES.

A Guiné-Bissau e Angola assinaram esta sexta-feira, 16 de julho de 2021, o acordo de reconhecimento e restruturação de uma dívida avaliada em quarenta e nove milhões, cento e quarenta e seis mil, novecentos e setenta e dois dólares e quarenta e nove cêntimos(49.146.972,49), que A será paga durante um período de trinta e cinco (35) anos,  incluindo um período de carência de 6 anos, a uma taxa de juro de 1% (um por cento).

O documento que suporta o entendimento foi assinado em Luanda, Angola, à margem da XIII° Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Assinaram o Memorando de Entendimento que estabelece as bases gerais para a reestruturação e pagamento da dívida contraída há mais de quarenta (40) anos, o Secretário de Estado do Tesouro da Guiné-Bissau, Ilídio Vieira Té e Domingos Custódio Vieira Lopes, Secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades de Angola.

As partes signatárias comprometem-se em trocar informações a cada semestre, no seguimento do acordo.

No documento, os dois países reconhecem a necessidade de fortalecer as relações bilaterais, que constituem bases as essenciais para a reestruturação da dívida e do reforço da cooperação económico-financeira.

Por: Redação 

Cortesia das Finanças 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.