Campanha 2021 : GUINÉ-BISSAU JÁ EXPORTOU MAIS DE 150 MIL TONELADAS DE CASTANHA DE CAJÚ

O ministério do Comércio e da Indústria revelou que já foram exportadas, até ao momento, mais de 150 mil toneladas da castanha de cajú, tendo assegurado que praticamente atingiu 50 por cento de escoamento desse produto. O anúncio foi feito esta terça-feira, 17 de agosto de 2021, pelo coordenador de Guichet Único, Wilson Dias, depois de uma visita a alguns serviços do ministério que se encontram no estado avançado da degradação. 

Dias explicou na sua declaração que o governo inicialmente previu exportar 175 mil toneladas da castanha de cajú, mas até ao momento o ministério tem um registo de mais de 215 mil toneladas estocadas em diferentes armazéns em Bissau. 

Por sua vez, o Secretário-geral do ministério do Comércio e Indústria, Mussa Seide Bá, pediu ao governo para criar condições mínimas de trabalho, à semelhança de outros ministérios, bem como melhorar a estrada que dá acesso ao ministério, porque “recebem muitas queixas utentes que procuram os serviços do ministério”. 

Explicou que para além do problema da degradação da estrada, as paredes do edifício também têm fendas, bem como o telhado não está em condições e quando chove filtra a água  para o interior do edifício, o que  obriga os funcionários a saírem dos seus escritórios a  procura de recipientes (baldes) para impedir a invasão da água  e proteger os documentos. 

Sobre a subida dos preços de produtos de primeira necessidade, confirmou terem recebido denúncias das populações sobre o assunto, tendo admitido que “na verdade há especulação dos preços de produtos no mercado nacional”.

Lamentou que a equipa da inspeção do comércio não tenha conseguido contornar a situação, por estar a deparar-se com dificuldades logísticas para desdobrar-se no mercado.

Por: Carolina Djemé

Fotos: C.D 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.