Covid-19: ALTO COMISSARIADO RECOMENDA AO GOVERNO A DECRETAR O RECOLHER OBRIGATÓRIO

O Alto comissariado para a Covid-19 recomendou ao governo que decrete o recolher obrigatório das  20h às 05 horas, a partir do dia 25 de agosto, por um período de 15 dias.

Em comunicado com a data de 23 de agosto, na posse de O Democrata, o Alto Comissariado (AC) justificou a proposta por a Guiné Bissau estar a enfrentar a terceira vaga da pandemia de Covid-19 com uma evolução “muito mais intensa e acelerada” do que as duas vagas precedentes, em praticamente toda a extensão do território nacional.

O AC detalhou que, pela segunda vez consecutiva, o país registou um número recorde de novos casos de infeções e de óbitos pela doença.

“Durante a semana de 16 a 22 de agosto foram registados 395 novos casos de infeções pelo vírus SARS- Cov- 2 e 13 óbitos, contra 335 e 11 respetivamente, durante a semana precedente” lê-se no documento.

De acordo com o documento, em apenas um mês, entre 18 de julho e 22 de agosto, ocorreram cerca de 1500 novos casos de infeções, correspondente a 27% de todos os casos de Covid-19 no país, desde o início da pandemia.

“Durante esse mesmo período, um total de trinta cidadãos guineenses perderam a vida devido à Covid-19, representando um terço (33%) de todas as mortes desde o início da pandemia, em março de 2020” insistiu, informando que a taxa de positividade triplicou num período de três semanas, passando de 5, 3% para 15, 1%.

Para o AC, essa evolução dramática apela a medidas de contenção vigorosas. Por isso, recomenda também ao governo que decrete, por igual período, a cerca sanitária regional.

Por fim, o alto comissariado apela à população a contribuir “de forma ativa e responsável” para estancar a progressão da pandemia, cumprindo as medidas estipuladas e a fazer-se vacinar.

Por: Tiago Seide

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.