Qualificação Mundial 2022: DJURTUS EMPATAM (1-1) JOGO INAUGURAL COM A GUINÉ-CONACRI

A seleção principal de futebol da Guiné-Bissau  iniciou a fase de qualificação para o Campeonato do Mundo da modalidade no Qatar 2022, com um empate a uma bola frente à sua congénere da Guiné-Conacri, numa partida realizada na Mauritânia, devido à interdição do Estádio Nacional 24 de setembro  pela FIFA.

A seleção da Guiné-Bissau não entrou bem no jogo inaugural e logo aos 7 minutos, a seleção adversária abriu o marcador por intermédio de François Kamano, após assistência de Naby Keita. Sily Nacional, como é conhecida a seleção adversária, dominou a partida durante os primeiros 45 minutos.

No estádio Olímpico de Nouakchott, a seleção nacional realizou uma partida muito fraca durante os 45 minutos iniciais. Foi visível a falta de ritmo de vários jogadores, por causa da falta de jogos nas respetivas equipas.

Os Djurtus não conseguiram criar grandes oportunidades para fazer o golo, porque não houve transição de bola  do meio campo para o ataque, terminando a primeira parte em desvantagem de 1-0.

Na segunda parte, a seleção nacional empatou a partida logo aos 46 minutos, por intermédio de Joseph Mendy. Após o golo, os rapazes orientados por Baciro Candé melhoraram bastante e comandaram o primeiro quarto de hora  da segunda parte, equilibrada a partida. Porél, sem grandes ocasiões para fazer segundo golo que pudesse colocar a Guiné-Bissau em vantagem e conseguir os primeiros três pontos que seriam importante para o país.

A equipa técnica de Sily Nacional fez algumas alterações e voltou a assumir o jogo, criando várias ocasiões de  golos, nomeadamente, aos minutos 74 e 78. O guarda-redes Jonas Mendes esteve muito bem e evitou aquele que seria a pior notícia para os Djurtus.

O selecionador nacional percebeu que o seu adversário dominou o jogo teve que fazer também algumas alterações que permitiram à Guiné-Bissau conseguir o empate na primeira participação na fase de qualificação para o mundial.

Antes do apito final, a seleção nacional teve oportunidade de fazer o 2-1, por intermédio de Jorginho, mas  desperdiçou a oportunidade. Com este resultado, as duas seleções somam um ponto cada.

Para o mesmo grupo, a seleção do Marrocos recebe amanhã o Sudão. O jogo será realizado em Rabat, capital marroquina.

A Guiné-Bissau segue agora para o Sudão, onde vai defrontar no dia 7 do mês em curso a seleção local. Enquanto Guiné-Conacri recebe no seu reduto a seleção Marroquina.

Em declarações à imprensa, após o jogo, Baciro Candé, realçou as potencialidades da equipa adversária, mas gostou da resposta dos seus jogadores na segunda parte.

Candé lamentou a oportunidade desperdiçada por Jorginho no tempo extra da partida que poderia dar a vitória à seleção nacional e somar três pontos na tabela classificativa.

O onze  da Guiné-Bissau: Jonas Mendes, Nanu, Opa Sangate, Rudi, Fali Candé, Bura, Alfa Semedo, Piquete, Moreto, Mama Baldé e Joseph Mendy.

A Guiné-Conacri alinhou de início com: Aly Camará, Ali Camará, Florentin Pogba, Issiaga Sylla, Abdoulaye Cissé, Amadou Diwara, Mamadu Kane, Mady Camará, Naby Keita, François Kamano e Mohamed Bayo.

A Guiné-Bissau joga pela primeira vez a fase de qualificação para o mundial. Integra o grupo I, juntamente com  a Guiné-Conacri, o Sudão e o Marrocos.

Por: Alison Cabral

Fotos: Léon Gomis,

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.