REPRESENTANTE ESPECIAL DA ONU EM BISSAU PARA ANALISAR SITUAÇÃO POLÍTICA

O Representante Especial do Secretário Geral da Organização das Nações Unidas para a África Ocidental e Sahel, Mahamat Saleh Annadif, encontra-se na Guiné-Bissau para falar com as autoridades nacionais sobre a evolução da situação política no país, um ano depois da retirada do Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS).

Esta quarta-feira, 29 de setembro de 2021, Mahamat Saleh Annadif reuniou-se com o Presidente da Assembleia Nacional Popular, Cipriano Cassamá, com quem abordou a situação política no país.

À saída, o Representante Especial de António Guterres não quis prestar declarações à imprensa. Contudo, o semanário O Democrata soube, através de uma fonte junto do gabinete do Presidente da ANP, que Annadif informou que a ONU continua a acompanhar a situação política da Guiné-Bissau, tendo apelado aos atores políticos a trabalharem para consolidar a situação política interna, através de soluções internas, com vista a estabilização definitiva da Guiné-Bissau.

Cipriano Cassamá, fez o ponto de situação política do país, alertando para o respeito à Constituição da República sobretudo no que tange à separação de poderes, para evitar o açambarcamento de poderes de um órgão sobre outros poderes, porque  ‘’isso traz conflitos e crises”. 

A informante de O Democrata disse ainda que o Presidente do Parlamento chamou a atenção da comunidade internacional, sobretudo a ONU, sobre as promessas que têm sido feitas ao país para o apoio à revisão Constitucional, lembrando que a reforma Constitucional faz parte de pacotes de recomendações do acordo de Conacri e constitui a “bandeira de comunidade internacional para a estabilização do país”.

Cipriano Cassamá transmitiu o desejo de ter  apoio das Nações Unidas no exercício das suas funções de Presidente da Assembleia Parlamentar da CPLP, nos próximos dois anos.

Por: Tiago Seide

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.