Eleição de delegados do PRS: DOMINGOS QUADÉ NÃO PASSA COMO DELEGADO PARA O VI° CONGRESSO

O candidato à liderança do Partido da Renovação Social (PRS), Domingos Quadé, não terá sido escolhido como delegado ao VI° congresso do partido a realizar-se entre os dias 16 a 19 de dezembro deste ano.

Domingos Quadé, deputado do PRS eleito no círculo eleitoral 19 (setores de Bula e Bigene), nas legislativas de 2019, terá abandonado a reunião para a escolha de delegados realizada ontem, 4 de dezembro de 2021, em Ingoré, por discordar dos procedimentos para a eleição dos delegados.

A Comissão Organizadora do VI° Congresso (COC) afetou ao setor de Bigene 15 vagas.

Uma fonte junto à candidatura de Domingos Quadé confirmou que o líder do projeto “PRS UNIDO” não foi eleito delegado porque não participou da reunião e por conseguinte da votação.

A fonte contou a O Democrata que a candidatura de Quadé interpôs um recurso junto da Comissão organizadora da eleição de delegados ontem, sábado, em Ingoré, com fundamentos de que “foram feitos recenseamentos por secção, mas o ato eleitoral foi realizado num único espaço: Ingoré”, violando o regulamento da COC.

Entretanto, um grupo de militantes do PRS em Portugal pediu ao Presidente do Conselho Nacional de Jurisdição do PRS, Roberto Mbesba, a suspensão de eficácia da deliberação que determina que os delegados ao VI° congresso serão selecionados ou escolhidos pela direção da representação do PRS em Portugal, “até que a situação seja clarificada ou esclarecida pela COC”.

Os signatários da carta, Júlio Biagué, Kabi Na Debé, Neto Betchiguê,  Udmatumba Cumba Tchuda, Vasco Crufe, Huigana Gomes, Ricardo André líder, Abu Moreira e Quintino Na N’duk, justificam a petição por não ter sido criada a COC local (Portugal), por ser igual os números de delegados por inerência pela total dos delegados a serem eleitos, assim como por usurpação de competência da COC local pela representação da direção do partido em Portugal e por não ter sido realizado o recenseamento e consequentemente o caderno eleitoral para eleição dos delegados ao Congresso, sublinhando que não pode haver candidaturas de delegados ao congresso por não existir a COC local.

Uma fonte confidenciou a O Democrata que a Representação da direção do partido em Portugal terá enviado à COC nacional os três delegados ao Congresso, sem que tivesse sido realizado o recenseamento e consequentemente a eleição dos delegados.

O PRS vai realizar de 16 a 19 dezembro o VI° Congresso, sob o lema “Legado político do Dr. Koumba Yalá face aos desafios de desenvolvimento”, em Gardete, periferia de Bissau, no qual concorrem 13 candidatos, entre os quais o Presidente Cessante, Alberto Mbunhe Nambeia, e o secretário geral cessante, Florentino Mendes Pereira.

Por: Tiago Seide

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.