BOCUNDJI CÁ LANÇA ACADEMIA DE FUTEBOL EM BISSAU

O antigo jogador e capitão da seleção de futebol da Guiné-Bissau, Bocundji Cá, lançou uma academia de futebol em Bissau, para formar jovens “talentos” futebolistas guineenses e ajudar no desenvolvimento de futebol no país.

A academia com o nome Bocundji Cá foi aberta há quase quatro anos e já conta com mais de 200 miúdos e jovens futebolistas em diferentes escalões de formação, nomeadamente sub-7, sub-10, sub-12, sub-14, sub-16, sub-17 e sub-18 anos, que trabalham diariamente no campo “Cacoma”, no bairro de Bandim, em Bissau.

O projecto do antigo médio defensivo do Stade de Reims da França visa “potenciar e desenvolver” o futebol de formação e posteriormente colocar os jovens jogadores no futebol Europeu, nomeadamente em Portugal e França.

A informação foi transmitida esta terça-feira, 14 de Setembro de 2021, a uma equipa da reportagem da secção desportiva do Jornal O Democrata, que assistiu à sessão de treino matinal, orientado pelo coordenador da referida academia, Olívio Cardoso.

“O primeiro objetivo do projeto é formar os miúdos como homens do futuro. No início, a situação foi difícil. O propósito era incutir nos rapazes a ideia que levou a criação da academia, ou seja, colocá-los na Europa para jogarem futebol e que viessem representar a seleção nacional”, contou.

Segundo explicação de Cardoso, a academia Bocundji Cá já conseguiu colocar dois jogadores no mercado europeu e brevemente vários jovens vão deixar  Bissau, embora não tenha indicado os respetivos clubes.

Desde da sua abertura em 2017, a academia tem trabalhado com intuito de formar os jovens futebolistas guineenses com aptidões para jogar em países europeus. A nível interno a academia já forneceu várias jovens as diferentes camadas da categoria de base da seleção da Guiné-Bissau.

Segundo a explicação do coordenador da referida academia, vários miúdos da selecção sub-15 da Guiné-Bissau, que participaram no  torneio promovido pela União das Federações Oeste Africana (UFOA) da zona A, que decorreu em maio último, em Bissau, eram oriundos da Academia Bocundji Cá.

O Democrata apurou que o mentor do projecto tem trabalhado com vários agentes internacionais ligados ao futebol e um grupo de 5 atletas podem se transferir no decorrer deste ano para clubes europeus.

Além de colocar jogadores no estrangeiro, Cá pretende convidar agentes desportivos a visitarem o seu projecto em Bissau.

O projeto também tem outra componente, que passa por ajudar os jovens mais crescidos da academia com bolsa de estudos para fora do país.  

De recordar que Bocundji Cá nasceu em Bissau no Bairro de zona 7. Em França, fez toda a sua formação como futebolista no Nantes FC e chegou à equipa principal aos 17 anos de idade. Teve ainda passagens pelo Tours, Nancy, Stade de Reims, Châteauroux, Paris FC e Bastia.

Por: Alison Cabral

Foto: AC

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.