PRESIDENTE DA GÂMBIA REELEITO PARA UM SEGUNDO MANDATO

O presidente da Gâmbia, Adama Barrow, foi declarado vencedor das eleições presidenciais de sábado, 5 de dezembro de 2021, anunciou hoje a comissão eleitoral.

Em declarações à imprensa, o presidente da comissão eleitoral, Alieu Momarr Njai, anunciou que Adama Barrow foi eleito “para servir como Presidente da República da Gâmbia”, num segundo mandato de cinco anos.

As eleições decorreram no sábado, quando cerca de um milhão de eleitores – de uma população de dois milhões – foi chamado às urnas para votar entre seis candidatos.

Estas eleições foram consideradas cruciais para uma jovem democracia que procura superar um passado ditatorial recente e os efeitos da covid-19 sobre uma economia muito frágil.

Quando venceu as eleições no primeiro mandato, Adama Barrow, 56 anos, antigo promotor imobiliário, derrotou Yahya Jammeh, um ditador que durante mais de vinte anos conduziu um governo caracterizado por inúmeras atrocidades cometidas pelo Estado, nomeadamente assassinatos, desaparecimentos forçados, violações e tortura.

Jammeh, que se recusou a reconhecer a derrota eleitoral, foi forçado ao exílio na Guiné Equatorial, onde ainda vive, sob a pressão de uma intervenção militar da África Ocidental.

A possibilidade de Yahya Jammeh vir a ser responsabilizado por crimes que lhe foram atribuídos e aos seus agentes entre 1994 e 2016 – assassinatos, desaparecimentos forçados, atos de tortura, detenções arbitrárias, violações – foi uma das principais questões em jogo nestas eleições, a par da crise económica.

In lusa 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.